Pessoas estão descobrindo por que os bombeiros borrifam água nos aviões quando pousam

por Lucas Rabello
0 comentário 477 visualizações

Caminhões de bombeiros em aeroportos frequentemente realizam saudações com água, uma prática cerimonial que marca ocasiões especiais na indústria da aviação. Essa tradição envolve a pulverização de arcos de água sobre uma aeronave enquanto ela taxi pela pista, criando um espetáculo visual para passageiros e espectadores. Essa prática, embora não seja amplamente conhecida pelo público, tem sido um tópico de curiosidade e diversão entre os usuários da internet, especialmente após práticas semelhantes serem observadas com rebocadores e embarcações no mar.

No Aeroporto de Schiphol, em Amsterdã, essa cerimônia é uma visão comum, realizada para comemorar vários eventos significativos, como o voo inaugural de uma nova companhia aérea, a introdução de um novo modelo de aeronave ou o retorno de uma equipe olímpica. O site oficial do aeroporto fornece uma explicação detalhada dessa tradição, enfatizando o planejamento cuidadoso e a coordenação necessária para executar uma saudação com água de forma segura. Fatores como as condições do vento, a autorização do Controle de Tráfego Aéreo e a prontidão do piloto são todos levados em conta para garantir a segurança da aeronave e de seus passageiros durante a saudação.

A execução de uma saudação com água não é tão simples quanto pode parecer. Envolve posicionar caminhões de bombeiros em ambos os lados da pista, com os bombeiros mirando cuidadosamente suas mangueiras para criar um arco de água pelo qual o avião possa taxi. Isso requer um posicionamento preciso dos caminhões de bombeiros em locais seguros para evitar quaisquer riscos à aeronave. O espetáculo não é apenas um deleite visual, mas também serve como um gesto simbólico de honra e celebração dentro da comunidade da aviação.

Apesar da natureza festiva das saudações com água, vale lembrar que os serviços de bombeiros do aeroporto devem estar sempre preparados para emergências. Garantir que haja água suficiente disponível para combater um incêndio real é uma prioridade máxima, mesmo durante a realização dessas atividades cerimoniais. Em raras ocasiões, a presença de caminhões de bombeiros e sua prontidão podem ser um fator crítico na resposta a incêndios reais em aeronaves após o pouso.

Inscreva-se no canal Mistérios do Mundo no YouTube

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados