O ‘site mais perturbador da Internet’ pode encontrar todas as fotos que existem de você

por Lucas Rabello
0 comentário 130,K visualizações

A chegada da Internet há mais de quatro décadas levou ao acúmulo de vastas quantidades de dados, incluindo um número significativo de imagens. Com a integração da tecnologia de Inteligência Artificial (IA), o escopo das informações disponíveis, incluindo imagens, expandiu ainda mais, introduzindo novas capacidades, mas também levantando preocupações.

Uma plataforma chamada PimEyes emergiu como uma ferramenta notável nessa paisagem digital. Ela oferece aos usuários a habilidade de procurar por imagens suas na Internet, fazendo o upload de uma fotografia. O serviço utiliza IA para vasculhar a web, identificando e apresentando imagens que correspondem à foto enviada. Essa característica posicionou o PimEyes como um recurso único para indivíduos curiosos sobre sua pegada digital, particularmente em termos de conteúdo visual.

O serviço fornecido pelo PimEyes é acessível sem custo para sua versão básica. Os usuários podem fazer o upload de uma imagem (ou mais, para melhores resultados) e iniciar uma busca, que tipicamente gera resultados em poucos minutos. Esses resultados podem incluir imagens de diversas plataformas online, como sites de redes sociais e páginas corporativas na web. No entanto, a precisão dos resultados da busca não é garantida como infalível, com ocasionais imagens não relacionadas sendo identificadas devido a semelhanças na aparência.

Para aqueles que buscam uma investigação mais detalhada, o PimEyes oferece um serviço aprimorado mediante pagamento. Esta busca avançada aprofunda-se na web e fornece informações detalhadas, incluindo links diretos para as páginas onde as imagens estão localizadas. Essa característica é particularmente benéfica para indivíduos que visam gerenciar ou remover suas imagens de sites específicos.

O 'site mais perturbador da Internet' pode encontrar todas as fotos que existem de você

O PimEyes também aborda preocupações com a privacidade, oferecendo uma opção de exclusão. Usuários que desejam excluir suas imagens dos resultados de busca podem fazê-lo submetendo verificação de identidade, como um escaneamento de um documento de identidade ou passaporte. Essa medida garante que o pedido de remoção seja autêntico e feito pelo indivíduo em questão.

As capacidades do PimEyes geraram uma mistura de reações da comunidade online. Alguns usuários elogiaram a plataforma por sua habilidade de descobrir o uso não autorizado de imagens pessoais, facilitando assim a remoção de tal conteúdo da web. Esse aspecto do serviço é visto como particularmente valioso para proteger a privacidade pessoal e os direitos autorais.

Por outro lado, a plataforma enfrentou críticas por invasões potenciais de privacidade, com alguns rotulando-a como propícia ao assédio. A facilidade com que indivíduos podem encontrar vasta informação visual sobre outros online através do PimEyes levantou preocupações éticas e de privacidade.

Um caso notável envolveu um usuário que descobriu uma foto de sua infância na Internet, tirada quando tinha dez anos de idade, por meio do uso do PimEyes.

Você pode acessar o PimEyes aqui.

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados