Mulher do meme da ‘garota sorrindo para o desastre’ vendeu a foto original por muito dinheiro

por Lucas Rabello
0 comentário 442 visualizações

Os memes são um elemento fundamental da vida nas redes sociais, e alguns permanecem em nossa memória mais do que outros, muitas vezes para o desgosto daqueles que aparecem neles.

Embora muitos memes sejam passageiros, ocasionalmente alguém acaba com um ganho financeiro inesperado de sua fama online. Você pode não reconhecer o nome Zoë Roth inicialmente, mas provavelmente já viu a foto que a tornou uma lenda na internet.

Quando Roth tinha apenas quatro anos, ela e sua família estavam conferindo um evento no bairro em Mebane, Carolina do Norte — uma casa pegando fogo. Pode parecer dramático, mas não era uma emergência. O fogo era uma queimada controlada por bombeiros locais, uma espécie de exercício de treinamento, e a comunidade se reuniu para assistir. As crianças até se revezavam segurando a mangueira de incêndio.

Mulher do meme da 'garota sorrindo para o desastre' vendeu a foto original por grande pagamento

No meio disso, o pai de Roth encontrou uma oportunidade para tirar uma foto. Enquanto a maioria não pensaria em tirar fotos diante de uma casa em chamas, a natureza controlada desse incêndio tornou isso uma exceção. Roth ficou em frente às chamas com o que só poderia ser descrito como um sorriso diabólico, um olhar travesso em seus olhos. Seu pai capturou o momento, e assim nasceu o meme ‘Garota do Desastre’.

A foto não permaneceu apenas uma lembrança de família por muito tempo. Depois que Dave Roth, o pai de Zoë, a enviou para um concurso de fotos em 2007 e ganhou, ela começou a se espalhar como fogo selvagem online. A imagem de Roth sorrindo enquanto o caos se desenrola atrás dela foi editada em inúmeros desastres históricos e fictícios, desde meteoros extinguindo dinossauros até o naufrágio do Titanic.

Anos depois, esse meme voltou aos holofotes quando Roth, agora adulta, decidiu vender a imagem digital original. Em 2021, ela leiloou-a como um token não fungível (NFT) e arrecadou quase 500 mil dólares. Em entrevista ao New York Times, Roth compartilhou seu prazer nas várias versões de sua imagem que surgiram ao longo dos anos. “Você apenas adapta como quiser”, explicou ela. “Adoro vê-las porque eu mesma nunca faria nenhuma delas, mas adoro ver como as pessoas são criativas.”

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados