A história bizarra do homem que acabou preso e internado após ladrão roubar sua identidade e viver sua vida

por Lucas Rabello
0 comentário 533 visualizações

Em uma reviravolta digna de um filme, William Woods se viu em uma aventura incrível quando sua identidade foi roubada por Matthew Keirans, um cara com quem ele já tinha vendido cachorros-quentes em Albuquerque, EUA. Avançando de 1988, Woods se viu lutando contra uma vida de cabeça para baixo: sem-teto, incapaz de abrir uma conta bancária e com seu nome manchado.

Keirans, por sua vez, estava aproveitando a vida sob o nome de Woods, incluindo uma família que, sem saber, adotou a identidade roubada. Sua farsa de uma década, que durou de 2013 até ser demitido da Universidade do Hospital de Iowa em 2023, desabou quando sua vida dupla foi exposta.

Seus caminhos se cruzaram antigamente em um modesto carrinho de cachorro-quente, preparando o cenário para a audaciosa ação de Keirans em 1990. Ele conseguiu uma identidade falsa do Colorado em nome de Woods, abrindo caminho para um trabalho em um restaurante e o mundo bancário. Não parando por aí, ele ousadamente comprou um carro em nome de Woods, apenas para abandoná-lo em Idaho após cheques sem fundos e esvaziar sua conta bancária para um novo começo em outro lugar.

Até 1994, Keirans havia se casado e recebido uma criança, tudo sob o nome de Woods. Sua farra não parou em marcos domésticos; armado com a certidão de nascimento de Woods, cortesia de pesquisas no Ancestry.com, Keirans se aventurou em compras de carros, empréstimos e um emprego lucrativo em um hospital em Wisconsin, acumulando mais de $700,000 em dez anos.

Woods, por outro lado, não estava pronto para desistir. Em 2019, mesmo desanimado e vivendo nas ruas, ele lutou para limpar seu nome no banco. Mas, com perguntas de segurança o confundindo, a situação mudou dramaticamente. O banco, alertado pelo esquadrão de fraude, e a LAPD intervieram, apenas para prender Woods com base nas evidências que Keirans havia astutamente enviado por fax, incluindo um cartão de Seguro Social e uma carteira de motorista, todos em nome de Woods.

A saga tomou um rumo mais sombrio quando Woods, insistindo em sua identidade, foi considerado mentalmente inapto para o julgamento e foi institucionalizado em 2020. No ano seguinte, sem contestar as acusações de roubo de identidade, ele enfrentou prisão e multas, com uma ordem severa para abandonar o nome William Woods.

Mas o verdadeiro Woods não havia terminado. Sua virada veio em janeiro de 2023, quando ele rastreou Keirans até o Hospital da Universidade de Iowa. Sua reclamação ao departamento de segurança de lá deu início a uma investigação pelo Detetive Ian Mallory, que, após um teste de DNA com o pai biológico de Woods, desvendou a verdade.

Em 17 de julho de 2023, Mallory confrontou Keirans com a prova definitiva do DNA, levando à admissão de culpa de Keirans em 14 de agosto. Sua sentença? Uma estadia de 20 dias na cadeia do Condado de Johnson, com crédito pelo tempo cumprido. A acusação em 12 de dezembro apresentou mais acusações, mas Keirans se declarou culpado de apenas duas, encerrando um capítulo de sua farsa de 35 anos.

Quanto a Woods, seu status atual é um mistério, deixando-nos na esperança de um capítulo mais brilhante pela frente.

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados