Menino surpreende bairro após construir um reator nuclear no galpão de sua mãe

por Lucas Rabello
0 comentário 1,2K visualizações

Em agosto de 1994, um incidente notável se desenrolou em Michigan quando David Charles Hahn, um escoteiro de 15 anos, embarcou em um projeto ambicioso para construir um reator de criação caseiro no galpão de sua mãe. Esse empreendimento fazia parte de seu esforço para conquistar uma insígnia de ‘energia atômica’, levando o conceito de conquistas escoteiras a um nível sem precedentes.

As atividades de David inicialmente levantaram suspeitas entre os vizinhos, que o observavam carregando materiais incomuns para o porta-malas de seu carro Pontiac. Confundindo suas ações com um possível roubo, especificamente de pneus, os vizinhos preocupados contataram a polícia. As autoridades, esperando investigar um simples caso de roubo, ficaram surpresas ao descobrir não bens roubados, mas materiais associados à experimentação radioativa.

A situação escalou quando radiologistas, chamados para avaliar o galpão, detectaram ‘níveis excessivos’ de contaminação radioativa. A investigação revelou que até itens comuns dentro do galpão estavam contaminados, com uma única lata registrando níveis alarmantes de radiação de 50.000 contagens por minuto, conforme relatado em um artigo da Harper’s Magazine de 1998 que detalhava o incidente.

A descoberta de tais materiais perigosos em uma área residencial exigiu uma ação imediata. David foi preso, e as autoridades foram encarregadas do desafio complexo de descartar com segurança os resíduos radioativos. Os materiais que David havia acumulado e os restos de seu reator experimental foram finalmente transportados para um local especializado de descarte de resíduos no deserto.

Após o incidente, uma limpeza abrangente ‘Superfund’ foi iniciada no local do experimento de David, com custos supostamente atingindo US$ 60.000.

Apesar das ramificações legais e ambientais de suas ações, as acusações contra David foram eventualmente retiradas, contanto que ele concordasse em manter-se afastado da casa de sua mãe até que o galpão contaminado fosse completamente descontaminado e considerado seguro.

Refletindo sobre o incidente, o pai de David expressou uma mistura de orgulho e espanto com a perspicácia técnica e ambição de seu filho. “Eu não acho que teria conseguido fazer isso”, ele comentou, reconhecendo a complexidade e escala do empreendimento de David.

A incursão de David na experimentação nuclear foi mais tarde registrada no livro ‘The Radioactive Boy Scout’. No entanto, sua vida tomou um rumo turbulento nos anos seguintes. Em 2007, ele enfrentou problemas legais novamente, desta vez por roubar detectores de fumaça. A vida de David chegou a um fim trágico em 2016, quando ele faleceu devido a uma aparente overdose, um acúmulo de lutas com saúde mental, drogas e abuso de álcool.

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados 

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso ao permanecer nesse site. Aceitar Leia mais