As pessoas estão descobrindo a conspiração governamental que inspirou Stranger Things

por Lucas Rabello
0 comentário 522 visualizações

Se você é do tipo que adora uma boa teoria da conspiração, então, temos uma história para você. Imagine isso: a espinha dorsal de *Stranger Things* não é apenas um brainstorm criativo de um escritor; supostamente, está atrelada a uma conspiração da vida real tão selvagem quanto o próprio Mundo Invertido.

Vamos falar sobre O Projeto Montauk. Parece algo saído direto de um romance de ficção científica, certo? Bem, alguns acreditam que foi um experimento governamental ultra-secreto escondido em Montauk, Nova Jersey, que se estendeu dos anos 50 até os anos 80. Todo o rolo veio à tona quando Preston B. Nichols e Peter Moon decidiram soltar uma bomba com o livro deles, *O Projeto Montauk: Experimentos no Tempo*, lá em 92. Eles inventaram uma história sobre experimentos sinistros com órfãos envolvendo guerra psicológica, viagem no tempo, teleportação e, você adivinhou, controle da mente. E adivinha quem teria pago a conta? O Departamento de Defesa, com um estoque de 10 bilhões de dólares em ouro nazista.

E onde *Stranger Things* se encaixa em toda essa loucura? Imagine uma cena do livro onde um “portal no tempo” é aberto às pressas, e de lá sai um monstro com aparência alienígena devorando pesquisadores e destruindo o laboratório antes de encontrar seu fim. Soa familiar? E então tem a parte sobre transformar pessoas em superarmas movidas a mente. Parece familiar? É praticamente uma cena de Hawkins, Indiana.

Mas espera, tem mais. O título original de *Stranger Things* era… “Montauk”. E o cenário? Montauk, Long Island, em 1980. Uma criança desaparece, e conforme a busca se desenrola, uma lata de vermes sobrenaturais e ultra-secretos é aberta. O Slash Film até chamou isso de “uma carta de amor aos clássicos dos anos 80”.

O livro de Nichols não para nas tramoias governamentais. Ele mergulha em viagens de poder pessoal, como o experimento “Olho Vidente” de Duncan Cameron, que lhe permitia ver através dos olhos de qualquer pessoa em qualquer lugar do globo, apenas segurando um pedaço do cabelo dela. Se isso não grita Eleven e o Mundo Invertido, eu não sei o que faz.

Mas aqui está a cereja no topo do bolo: quando as coisas deram errado no experimento, um sussurrado “A hora é agora” foi tudo o que Duncan precisou para desencadear um monstro subconsciente. Uma grande, peluda e faminta besta que causou estragos não em algum laboratório, mas bem ali na base. Soa como um certo demogorgon que todos nós amamos odiar, não é?

Agora, antes de você ficar muito animado, não existe nenhuma prova de que tais experimentos realmente existiram, muito menos que tenham tido sucesso com eles. Os irmãos Duffer, cérebros por trás do fenômeno *Stranger Things*, mantiveram-se calados sobre toda a conexão com Montauk. Descartar o título “Montauk” foi uma decisão difícil, eles admitiram, mas é tudo o que você vai conseguir deles.

As redes sociais estão zumbindo com teorias, com um crente dizendo: “Eu acho que é mais do que apenas uma teoria da conspiração, eu acho que isso realmente aconteceu há cerca de 10 anos atrás.” Outro está todo preparado para mergulhar: “Você acabou de tornar isso interessante!! Tenho que conferir.” E então tem aquele que está simplesmente impressionado: “Woahhaaaaaaaaa?!?! Eu te entendo nessa.”

Então, aí está, uma espiada no curioso caso de *Stranger Things* e O Projeto Montauk. Coincidência ou realidade inspirada? Você decide. Mas uma coisa é certa, a linha entre ficção e realidade acabou de ficar muito mais turva.

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados