YouTuber descobre site obscuro tão perturbador que quase vomita

por Lucas Rabello
728 visualizações

O YouTuber Mutahar, do canal SomeOrdinaryGamer, se aventura nas partes mais sombrias da deep web, e é uma viagem que você não vai acreditar. A deep web, muitas vezes conhecida como a dark web, é um lugar cheio de sites ocultos que não podem ser encontrados pelos navegadores comuns. Embora grande parte dela seja legal, também é um playground para criminosos que conduzem negócios sombrios. E sejamos realistas, quando alguém diz “Não vá lá”, isso só aumenta a curiosidade, não é?

A série Deep Web Browsing do Mutahar é toda sobre explorar esses cantos ocultos, e ele não evita as coisas estranhas. Ele começa cada episódio com um aviso para seus 3,74 milhões de inscritos, explicando que material adulto será uma parte significativa. Em 2016, ele carregou um episódio que começou com ele navegando casualmente por um site de assassinos de aluguel. Sim, você leu certo – um site de assassinos de aluguel.

Em seguida, ele visitou um site de jogos de azar chamado ‘Crime City’, que parecia uma máquina caça-níqueis suspeita. Mas o verdadeiro destaque foi o que veio a seguir. Ele encontrou um site chamado ‘Mankind’s Habit’, que abrigava alguns vídeos e imagens seriamente perturbadores. A curiosidade falou mais alto, e ele clicou em um vídeo intitulado ‘Os sons pacíficos são adoráveis.’ Spoiler: eles estavam longe de ser adoráveis.

O vídeo, felizmente borrado para os espectadores, começou com o som de um bebê chorando, que rapidamente se tornou sinistro. Mutahar, assistindo a esse vídeo desconhecido, começou a engasgar e tossir, claramente abalado. “Isso não era o que eu esperava,” disse ele depois de se recompor. Acontece que ele encontrou um filme snuff – sim, um filme snuff real (Filmes snuff são vídeos que mostram cenas reais de mortes ou assassinatos, sem quaisquer efeitos especiais). Ele mais tarde cruzou referências do que viu e acreditou que poderiam estar ligadas a uma série de filmes snuff falsos japoneses.

Ao carregar o vídeo, Mutahar admitiu que poderia ter ultrapassado um pouco os limites com esse, aconselhando seus fãs a assistir com cautela. O episódio, que durou 46 minutos, provocou um intenso debate entre os espectadores. Um comentou, “Apenas seu site padrão de assassinos de aluguel…’ ~ Mutahar 2016.” Outro acrescentou, “Agradeço ao Mutahar por borrar o gore, porque posso viver sem ver ocorrências brutais da vida real.” E outro espectador compartilhou, “No minuto em que ouvi aquele bebê chorando, meu coração afundou.”

A reação de Mutahar serve como um aviso claro para qualquer pessoa tentada a explorar a deep web. Não é um lugar para os fracos de coração, e talvez, só talvez, seja melhor deixá-lo para os profissionais. Se você ainda está curioso, deixe que as experiências de cair o queixo de Mutahar sejam seu guia. Apenas lembre-se, algumas coisas não podem ser “desvistas”, e a deep web está cheia dessas coisas. Então, se você decidir dar esse mergulho digital, faça-o com cautela e talvez com um estômago forte.

A deep web

A deep web é uma vasta parte da internet que não é indexada pelos motores de busca comuns como Google ou Bing. Isso significa que os sites e conteúdos presentes nela não podem ser acessados diretamente através de uma busca simples. Muito desse conteúdo é perfeitamente legal e inclui bancos de dados acadêmicos, registros médicos, informações de governos, e até bibliotecas online. Esses recursos são usados diariamente por profissionais que precisam de acesso a informações confidenciais e seguras.

Contudo, a deep web também abriga a infame dark web, onde atividades ilegais prosperam. Mercados de drogas, armas, p*rnogr*fia *nf*nt*l, assassinatos de aluguel e serviços de hackers são alguns exemplos dos conteúdos ilícitos que podem ser encontrados. A dark web é acessada através de navegadores especiais como o Tor, que mascaram o endereço IP dos usuários, proporcionando anonimato tanto para quem visita quanto para quem hospeda esses sites.

Governos ao redor do mundo têm dificuldades significativas em controlar ou derrubar sites ilegais da deep web. A tecnologia de criptografia e o anonimato oferecido por essas plataformas tornam a identificação dos operadores e usuários uma tarefa monumental, e se o usuário usar as ferramentas e ter os cuidados certos, ser identificado é essencialmente impossível. Mesmo quando sites são derrubados, novos rapidamente tomam seu lugar, criando um jogo de gato e rato contínuo entre autoridades e criminosos.

Além dos desafios técnicos, há também considerações legais e éticas. A deep web também contém muitos recursos legítimos que necessitam de anonimato e segurança, como fóruns para ativistas políticos em países com regimes opressivos. A intervenção governamental pode, portanto, acabar prejudicando esses usos legítimos e necessários.

Lucas Rabello
Lucas Rabello

Fundador do portal Mistérios do Mundo (2011). Escritor de ciência, mas cobrindo uma ampla variedade de assuntos. Ganhou o prêmio influenciador digital na categoria curiosidades.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados