O bloco de apartamentos ‘distópico’ onde seus 20.000 residentes nunca precisam sair de casa

por Lucas Rabello
Publicado: Atualizado em 116,6K visualizações

No agitado distrito comercial central de Hangzhou, a Cidade do Século Qianjiang abriga uma maravilha arquitetônica, o complexo Regent International. Esta estrutura colossal não é apenas um testemunho da engenharia moderna, mas um ecossistema autocontido onde aproximadamente 20.000 residentes não encontram necessidade de sair para as necessidades diárias. O Regent International se destaca na paisagem, com sua altura alcançando aproximadamente 206 metros e proporcionando um espaço amplo de 260.000 metros quadrados, tornando-o um dos edifícios mais extensos da China.

Versão em vídeo (clique na imagem para abrir no YouTube). Versão em texto continua abaixo.

O bloco de apartamentos 'distópico' onde seus 20.000 residentes nunca precisam sair de casa

Projetado para acomodar até 30.000 pessoas, a ocupação atual é um pouco menor. O design e as instalações do edifício atendem a uma ampla gama de necessidades, criando essencialmente uma microcidade dentro de suas paredes. As comodidades são variadas, dependendo de qual parte do edifício se reside, mas uniformemente oferecem as conveniências encontradas em um cenário urbano típico. Os residentes têm acesso a uma extensa praça de alimentação, barbearias, salões de manicure, supermercados de tamanho moderado, piscinas e cafés com internet, garantindo que a maioria, senão todas, as suas necessidades diárias sejam atendidas no local.

O complexo ganhou atenção significativa nas plataformas de mídia social, notavelmente no TikTok, onde os usuários ficaram fascinados por suas instalações abrangentes e pela escala imensa do edifício. Imagens de drone compartilhadas por usuários do TikTok destacam o tamanho imenso do edifício e a vida de alta densidade que ele acomoda. Isso trouxe o Regent International para o centro das atenções, despertando curiosidade e admiração de uma audiência global.

Originalmente idealizado por Alicia Loo, renomada por seu trabalho como a principal designer do segundo hotel sete estrelas do mundo, o Hotel Sands de Singapura, o edifício foi planejado para ser um hotel luxuoso de seis estrelas. No entanto, sua função desde então evoluiu para abrigar milhares de apartamentos, agora lar de uma comunidade vibrante de estudantes, recém-formados e jovens profissionais.

O apelo do Regent International reside não apenas em suas comodidades abrangentes, mas também em sua acessibilidade. Pequenos apartamentos, alguns sem janelas, estão disponíveis por aproximadamente 1.500 RMB (cerca de 1.054 reais) por mês, conforme relatado por veículos de notícias locais. Para aqueles que buscam acomodações mais espaçosas, apartamentos maiores com varandas são oferecidos por cerca de 4.000 RMB (cerca de 2.808 reais) por mês.

O complexo Regent International representa uma abordagem única para a vida urbana, onde as fronteiras entre espaços residenciais e serviços essenciais se confundem, criando um ambiente auto-suficiente. Este modelo de vida, embora talvez não seja para todos, oferece um vislumbre intrigante das possibilidades de futuros desenvolvimentos urbanos, onde a conveniência e a eficiência são primordiais.

Lucas Rabello
Lucas Rabello

Fundador do portal Mistérios do Mundo (2011). Escritor de ciência, mas cobrindo uma ampla variedade de assuntos. Ganhou o prêmio influenciador digital na categoria curiosidades.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados