Isso é o que acontece ao não fechar a tampa do vaso sanitário antes de dar descarga

por Lucas Rabello
12,K visualizações

Já te disseram para fechar a tampa do vaso antes de dar a descarga e você pensou: “Ah, qual é o problema?” Prepare-se, porque a coisa vai ficar séria. Um vídeo viral do TikToker DIYMAN_PRO está fazendo sucesso nas redes sociais, incluindo TikTok e X, e digamos que sua escova de dentes nunca mais será a mesma.

O vídeo mostra meio vaso sanitário e um laser verde, revelando exatamente quantos germes escapam no ar quando você dá a descarga. Spoiler: são muitos. Quando a descarga é acionada, milhares de germes atravessam o laser, criando um show de luzes bem nojento.

Mas espera, ainda fica melhor—ou pior, dependendo do seu ponto de vista. Em um segundo experimento, DIYMAN_PRO despeja um líquido neon no tanque do vaso, deixa misturar e aciona a descarga novamente. Desta vez, ele usa uma luz negra para revelar até onde as ‘partículas de fezes’ viajam. A luz ultravioleta mostra germes pousando em quase tudo ao redor, incluindo, sim, sua escova de dentes.

E esse não é o único experimento do tipo. Em 2022, John Crimaldi, professor de engenharia da Universidade do Colorado, conduziu um estudo semelhante. Sua equipe ficou chocada com os resultados. Eles não faziam ideia de que os germes se espalhariam tão longe e amplamente. O estudo de Crimaldi, publicado para o mundo ver, destacou o surpreendente crescimento energético e caótico das plumas de aerossol dos vasos comerciais.

Crimaldi admitiu que ver as filmagens mudou a forma como ele vê os vasos sanitários. “Você vai ao banheiro, dá a descarga, as coisas desaparecem e você pensa, ‘Pronto, funciona ótimo!’ Então você vê nossos vídeos e fica tipo, ‘Oh, talvez não tão ótimo!’ Agora olho para os vasos com desconfiança, vendo essas nuvens invisíveis de aerossol enchendo o ambiente.”

Mas há um lado positivo. De acordo com uma pesquisa da University College Cork, simplesmente fechar a tampa do vaso antes de dar a descarga pode reduzir as partículas no ar em até 50%. Isso mesmo, você pode reduzir pela metade o “suco de vaso” voando pelo seu banheiro só baixando a tampa.

Então, da próxima vez que der a descarga, lembre-se disso: a tampa não está lá apenas para sentar. É um escudo, protegendo seu banheiro—e sua escova de dentes—de se tornar um campo de batalha de germes. Ninguém quer escovar os dentes com partículas fecais, então faça um favor a si mesmo e feche a tampa. Confie em mim, sua boca vai agradecer.

Aí está. Uma mudança simples de hábito pode fazer uma grande diferença em manter seu banheiro um pouco mais higiênico. Feche a tampa, salve sua escova de dentes e mantenha esses germes na privada, onde eles pertencem.

O problema com secadores de mão

Além do vaso sanitário, os secadores de mão a ar quente em banheiros públicos também representam um risco significativo para a higiene. Estudos demonstram que esses dispositivos podem dispersar bactérias e vírus (e isso inclui partículas fecais) presentes no ambientes para o ar circundante. O ar quente expelido pelo secador pode transportar germes por vários metros, contaminando superfícies e pessoas próximas.

A situação se agrava pelo fato de que muitos usuários não lavam as mãos adequadamente antes de usar os secadores. Isso significa que as bactérias e vírus que permanecem nas mãos após uma lavagem insuficiente são facilmente disseminados. Alguns estudos indicam que os secadores de mão a ar podem aumentar a quantidade de bactérias no ar em até 27 vezes em comparação com toalhas de papel.

Por isso, uma alternativa mais segura é o uso de toalhas de papel descartáveis. Elas não apenas secam as mãos de forma eficiente, mas também evitam a dispersão de germes no ambiente.

Lucas Rabello
Lucas Rabello

Fundador do portal Mistérios do Mundo (2011). Escritor de ciência, mas cobrindo uma ampla variedade de assuntos. Ganhou o prêmio influenciador digital na categoria curiosidades.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados