Por que os ovos de galinha têm cores diferentes?

por Lucas Rabello
138 visualizações

Você já se perguntou por que os ovos de galinha vêm em diferentes cores? Do clássico branco ao marrom intenso, e até surpreendentes tons de azul e verde, a variedade pode ser impressionante.

Primeiro de tudo: ao contrário da crença popular, a cor das penas de uma galinha não determina a cor do seu ovo. Não existe galinha azul botando ovos azuis! Então, qual é o segredo por trás dessa paleta de cores?

Tudo se resume à genética – o próprio conjunto de tintas da natureza. Cientistas descobriram pelo menos sete genes que desempenham um papel na cor dos ovos. Esses genes com nomes sofisticados como CPOX, FECH e BCRP são os responsáveis, misturando diferentes pigmentos para criar a obra-prima final.

O principal pigmento responsável pela maioria das cores dos ovos é chamado protoporfirina. Pense nele como a tinta marrom da natureza. Ovos brancos têm muito pouco desse pigmento, enquanto os ovos marrons são carregados com ele. Quanto mais protoporfirina, mais marrom é o ovo!

Mas espere, tem mais! Outros dois pigmentos, biliverdina e biliverdina-quilato de zinco, são os responsáveis por aqueles ovos azuis e verdes que chamam a atenção.

Diferentes raças de galinhas têm suas próprias receitas genéticas únicas para a cor dos ovos. Galinhas Leghorn, por exemplo, são conhecidas por seus ovos brancos impecáveis. Já as Rhode Island Reds produzem orgulhosamente ovos marrons. E se você está procurando ovos tão marrons escuros que são quase pretos, não procure mais do que as elegantes galinhas Marans francesas. Essas aves foram seletivamente criadas para serem as máquinas definitivas de ovos marrons!

Agora, aqui é onde as coisas ficam realmente interessantes. Ovos azuis são raros. Apenas algumas raças de galinhas podem botar ovos azuis, incluindo a Araucana do Chile e as galinhas Dongxiang e Lushi da China. Essas galinhas que botam ovos azuis têm um gene especial chamado oocian, que vem com uma história surpreendente.

Há muito tempo (estamos falando de centenas de anos), um vírus inofensivo infectou algumas galinhas e deixou sua marca no DNA delas. Esse vírus, agora uma parte permanente dos genes dessas galinhas, é o que lhes dá a capacidade de botar ovos azuis.

Mas a genética não é a história completa. O ambiente de uma galinha também pode influenciar a cor dos ovos. Fatores como a idade do animal, níveis de estresse, saúde geral e dieta desempenham um papel. Para galinhas que botam ovos marrons, ter ferro suficiente na dieta é crucial para alcançar aquela tonalidade perfeita. Alguns agricultores até usam probióticos específicos para melhorar a cor dos ovos.

À medida que as galinhas envelhecem ou se não estão se sentindo bem, você pode notar que seus ovos ficam um pouco mais claros. Mas não se preocupe – um ovo de cor mais clara não significa necessariamente uma galinha infeliz ou doente. E aqui está um fato divertido: a cor da casca não afeta em nada o sabor do ovo!

Então, da próxima vez que você estiver no mercado olhando aquelas cartelas multicoloridas de ovos, lembre-se da ciência incrível por trás de cada tonalidade.

E se você está se sentindo um pouco invejoso das galinhas e seus ovos coloridos, aqui está uma conexão humana curiosa: até 8% do nosso próprio DNA vem de infecções virais antigas, assim como essas galinhas que botam ovos azuis! Embora esses remanescentes virais não nos dêem habilidades legais de botar ovos (até onde sabemos), eles são um lembrete das maneiras selvagens e maravilhosas como a evolução funciona.

Lucas Rabello
Lucas Rabello

Fundador do portal Mistérios do Mundo (2011). Escritor de ciência, mas cobrindo uma ampla variedade de assuntos. Ganhou o prêmio influenciador digital na categoria curiosidades.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados