Homem filmou ataque angustiante de tubarão

por Lucas Rabello
Publicado: Atualizado em 14,8K visualizações

Em 2018, Dan White, um mergulhador britânico, capturou em vídeo um angustiante ataque de tubarão enquanto estava no Egito para sua certificação de mergulhador profundo. O incidente envolveu um tubarão de pontas brancas que atacou inesperadamente um mergulhador de um grupo que incluía vários mergulhadores alemães, resultando em ferimentos graves na vítima.

White, que já havia encontrado tubarões de pontas brancas sem incidentes, começou a filmar o que inicialmente pensou ser um “encontro legal” com o tubarão. No entanto, a situação rapidamente se deteriorou quando o comportamento do tubarão mudou e ele atacou um dos mergulhadores. Segundo White, o ataque foi desencadeado quando o tubarão se assustou com as bolhas do equipamento de um dos mergulhadores.

O vídeo, que foi carregado no YouTube, mostra o tubarão mordendo agressivamente a perna do mergulhador, causando danos significativos. White relatou a terrível experiência à BBC em “Why Sharks Attack”, descrevendo como o tubarão mordeu a perna do mergulhador, se agarrou e sacudiu, resultando na remoção completa do músculo da panturrilha do mergulhador. O ataque foi tão grave que a mordida do tubarão atingiu até o osso, deixando a panturrilha da vítima “completamente despedaçada”.

Apesar do ataque ter ocorrido a 10 metros abaixo da superfície, os gritos de outro mergulhador, que ficou horrorizado com a cena, foram capturados no vídeo, adicionando à natureza arrepiante das imagens. A vítima acabou sendo assistida até a superfície, onde os primeiros socorros administraram medicação para a dor e aplicaram um torniquete na perna ferida. Notavelmente, a perna da vítima não precisou ser amputada e ele foi levado a um hospital para tratamento adicional.

O vídeo do ataque no YouTube atraiu muita atenção, com muitos espectadores expressando seu choque e terror na seção de comentários. Frases como “Imagens muito assustadoras”, “Uau, absolutamente aterrorizante” e “A parte mais arrepiante disso é ainda poder ouvir os gritos debaixo d’água” estavam entre as reações dos espectadores, destacando o impacto das imagens.

Os tubarões são criaturas fascinantes que habitam os oceanos há milhões de anos. Com mais de 500 espécies conhecidas, eles variam em tamanho desde o pequeno tubarão-lanterna anão, que mede cerca de 20 centímetros, até o gigantesco tubarão-baleia, que pode alcançar impressionantes 12 metros de comprimento. Esses predadores marinhos desempenham um papel crucial nos ecossistemas oceânicos, ajudando a manter o equilíbrio das populações de outras espécies. Além disso, os tubarões possuem um conjunto de adaptações incríveis, como dentes que se renovam constantemente e sentidos altamente desenvolvidos para detectar presas.

Os ataques de tubarão, embora aterrorizantes, são na verdade bastante raros. Estima-se que as chances de ser atacado por um tubarão sejam de aproximadamente uma em 3,7 milhões. A maioria dos ataques ocorre em águas costeiras, onde as pessoas costumam nadar e surfar, mas é importante lembrar que os tubarões não veem os humanos como presas naturais. Muitas vezes, os ataques são resultado de curiosidade ou confusão, quando o tubarão morde para investigar o que está à sua frente. A boa notícia é que a maioria desses ataques não é fatal.

Os cientistas estudam os comportamentos dos tubarões para entender melhor o que os leva a interagir com humanos. Pesquisas indicam que fatores como a hora do dia, a visibilidade na água e a atividade das presas podem influenciar a probabilidade de um encontro. Por exemplo, nadar ao amanhecer ou ao anoitecer pode aumentar as chances de um encontro, pois esses são horários em que os tubarões estão mais ativos. Além disso, nadar em áreas onde há grandes concentrações de peixes ou focas também pode ser arriscado.

Para reduzir o risco de ataques, existem algumas precauções simples que os banhistas e surfistas podem tomar. Evitar nadar sozinho, ficar longe de águas turvas e não usar roupas brilhantes ou joias que possam chamar a atenção dos tubarões são algumas das recomendações. Muitas praias populares também adotam medidas de segurança, como patrulhas de vigilância e redes de proteção, para minimizar o risco de encontros indesejados. Apesar de seu temível status, os tubarões são criaturas extraordinárias que merecem nossa admiração e respeito.

Lucas Rabello
Lucas Rabello

Fundador do portal Mistérios do Mundo (2011). Escritor de ciência, mas cobrindo uma ampla variedade de assuntos. Ganhou o prêmio influenciador digital na categoria curiosidades.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados