Hacker finalmente desbloqueia carteira Bitcoin de R$ 15 milhões depois que homem esqueceu a senha há 11 anos

por Lucas Rabello
0 comentário 6,1K visualizações

Então, imagine isso: um cara esquece a senha da carteira de Bitcoin que criou há 11 anos. Não qualquer carteira de Bitcoin – essa vale US$ 3 milhões (ou mais de R$ 15 milhões, na cotação atual). Sim, é como uma desculpa de “meu cachorro comeu meu dever de casa” em nível máximo.

Joe Grand, também conhecido como ‘Kingpin’, é um engenheiro elétrico e o super-herói desta história. O dono anônimo da carteira, vamos chamá-lo de Sr. Esquecido, estava super paranoico com a ideia de alguém hackear seu computador e roubar seu Bitcoin. Então, ele usou um gerador de senhas aleatórias chamado RoboForm para criar uma senha super segura. Avançando para o presente, ele está trancado fora de sua própria fortuna.

O Sr. Esquecido, suando frio por causa da mega valorização da criptomoeda e portanto de seus milhões perdidos, ouve falar sobre a reputação épica do Kingpin na comunidade cripto. Em 2022, Kingpin ajudou outro pobre coitado a recuperar mais de $2 milhões em criptomoedas.

Kingpin recebe o chamado de ajuda e decide encarar o desafio. Ele descobre que o homem havia criado a senha, copiado-a e salvo-a em um arquivo de texto criptografado. Mas, em algum momento, aquela frase-chave preciosa se perdeu no abismo digital. Quando ele perdeu o acesso, o Bitcoin valia meros $3.000 a $4.000. Agora, com o Bitcoin disparando mais de 20.000%, o pequeno pé-de-meia do Sr. Esquecido se tornou um tesouro.

Kingpin, armado com sua proeza de hacker, começa a trabalhar. Ele usa uma ferramenta desenvolvida pela Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA) para reverter o código do gerador de senhas. Aqui é onde fica interessante: as senhas do RoboForm não eram tão aleatórias quanto pareciam. Kingpin explica: “Em um mundo perfeito, quando você gera uma senha com um gerador de senhas, você espera obter uma saída única e aleatória cada vez que ninguém mais tenha. [Mas] nesta versão do RoboForm, não era o caso.”

Acontece que as senhas do RoboForm podem ser previstas se você souber o exato momento em que foram geradas. Então, Kingpin e seu parceiro Bruno fazem um truque de viagem no tempo, ajustando o relógio de volta para 2013, quando a senha original foi criada. Depois de alguns erros e acertos, eles finalmente recriaram a mesma senha.

Claro, isso não foi um sucesso instantâneo. Kingpin e Bruno tiveram que gerar milhões de senhas potenciais, jogando-as no arquivo criptografado como dardos em um alvo. Kingpin conta à Wired: “Nós tivemos sorte de que nossos parâmetros e intervalo de tempo estavam certos. Se qualquer um desses estivesse errado, nós teríamos … continuado a dar palpites/chutes no escuro.”

Eventualmente, a persistência deles vale a pena. O código é quebrado, o Bitcoin é recuperado, e o Sr. Esquecido pode respirar aliviado, mais rico do que nunca.

Então, da próxima vez que você esquecer sua senha, lembre-se desta história. Claro, é frustrante ficar trancado fora do seu e-mail ou das redes sociais, mas pelo menos você não está olhando para um cofre digital com milhões dentro. E se estiver, bem, você sabe a quem chamar: Joe Grand, o Kingpin das senhas perdidas.

Inscreva-se no canal Mistérios do Mundo no YouTube

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados