Dois atletas de aparência idêntica e mesmo nome fazem teste de DNA para ver se são irmãos há muito perdidos

por Lucas Rabello
0 comentário 1,4K visualizações

Os fãs de beisebol foram surpreendidos quando descobriram não um, mas dois Brady Feigls. Sim, ambos com cerca de 1,93 metros de altura, ambos exibindo cabelos vermelhos, barba vermelha e usando óculos grossos. Mais intrigante ainda, ambos são arremessadores no beisebol profissional, embora joguem para equipes diferentes.

O primeiro Brady Feigl joga pelos Pericos de Puebla no México, enquanto o segundo Brady teve sua passagem pelo Oakland Athletics, embora tenha sido dispensado pela organização em junho de 2023. A semelhança impressionante entre os dois homens gerou bastante burburinho, levando espectadores e os próprios jogadores a questionarem se havia mais do que uma coincidência em jogo aqui.

Dois atletas de aparência idêntica e mesmo nome fazem teste de DNA para ver se são irmãos há muito perdidos

Seriam eles irmãos perdidos há muito tempo? Essa pergunta não é tão absurda quanto pode parecer. Existem histórias semelhantes, como a dos ‘gêmeos Jim’ — gêmeos idênticos separados no nascimento e adotados por famílias diferentes, que mais tarde se descobriram. Eles compartilhavam detalhes de vida assustadoramente semelhantes: cada um tinha uma primeira esposa chamada Linda, uma segunda esposa chamada Betty, e até nomearam seus primeiros filhos com o mesmo nome.

Ansiosos para ver se poderiam descobrir um vínculo familiar, o programa “Inside Edition” reuniu os dois Bradys para um teste de DNA. A expectativa era palpável, pois não seria a primeira vez que a vida imitava um roteiro de filme emocionante. No entanto, apesar das semelhanças físicas e profissionais, o teste de DNA concluiu que os Bradys não eram parentes. Seu perfil genético mostrou que ambos têm 53% de ancestralidade germânica, mas outros marcadores genéticos eram distintamente diferentes.

Dois atletas de aparência idêntica e mesmo nome fazem teste de DNA para ver se são irmãos há muito perdidos

“Realmente não somos parentes?” um dos Bradys poderia ter perguntado, com um toque de incredulidade em sua voz. A revelação foi uma decepção para aqueles que torciam por um final feliz de irmãos perdidos há muito tempo reunidos. No entanto, os Bradys aceitaram isso de bom grado. “Ainda irmãos de uma certa forma”, disseram, um testemunho do vínculo que formaram através dessa experiência única.

Curiosamente, doppelgängers como Brady e Brady não são tão raros quanto se poderia pensar. Diz-se que todos têm cerca de seis sósias ao redor do mundo. O caso dos Brady Feigls serve como um testemunho desse fenômeno, uma curiosa mistura de obra da natureza e mera coincidência.

Tais histórias capturam nossa imaginação e desafiam nossas percepções de identidade e conexão. Eles nos lembram que o mundo está cheio de surpresas, esperando para serem descobertas, mesmo no reino ordenado dos códigos genéticos e estatísticas de beisebol. Quem sabe? Talvez haja outro Brady por aí, lançando arremessos e chamando atenção.

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados