Homem explora a zona de exclusão de Chernobyl, e encontra senhora de 92 anos morando lá

A famosa explosão em Chernobyl, ocorrida em 1986, já completou 35 anos. Mesmo assim, ela não deixa de ser lembrada mesmo entre as gerações mais jovens, que sequer haviam nascido na época em que o incidente tomou conta dos noticiários. Muito disso se dá pelo surgimento de seriados e documentários que contam a história da explosão, como é o caso da série da HBO intitulada ‘Chernobyl’. Na Internet, o assunto também volta à tona de tempos em tempos.

Mas recentemente, um YouTuber inglês chamado Benjamin Rich decidiu fazer uma aventura para o seu canal, e escolheu a zona de exclusão de Chernobyl como seu destino. Dono do canal ‘Bald and Bankrupt’, Benjamin começou a gravar para o YouTube em 2018, e já visitou uma série de locais inóspitos e perigosos.

Bald and Bankrupt

Desta vez, ele viajou para a chamada zona de exclusão, que consiste em um raio de 30km ao redor do local da explosão ocorrida em 1986. Até hoje, as autoridades desencorajam a entrada de pessoas no local por conta do alto risco de contaminação pela radiação. Mesmo assim, centenas de turistas viajam para lá todos os anos.

Tomando os devidos cuidados, e levando consigo uma faca para se proteger de possíveis animais selvagens, Benjamin entrou na parte de Chernobyl pertencente ao território da Bielorrússia. E talvez uma das maiores surpresas que ele teve durante a sua aventura foi ter se encontrado com uma família que vive de forma definitiva na região.

Durante a gravação do vídeo, o YouTuber inglês conheceu Igor, um morador fixo de Chernobyl, que desafia todas as recomendações do governo e das autoridades locais.

Bald and Bankrupt

E o mais impressionante é que o rapaz vive acompanhado da sua mãe, uma senhora de 92 anos de idade, que passou praticamente toda a sua vida vivendo na região, e se negou a deixar a cidade após a explosão de 1986.

Bald and Bankrupt

Na verdade, a existência de moradores fixos em Chernobyl não é essencialmente uma novidade. O governo ucraniano sabe da existência de famílias que vivem definitivamente na zona de exclusão, e ao longo dos anos as autoridades já tentaram retirar as pessoas de lá de várias formas.

Bald and Bankrupt

Mesmo assim, elas insistem em ficar. Eventualmente, o governo simplesmente desistiu, e deixou que as famílias permanecessem onde quisessem, oferecendo o suporte possível, mesmo com todas limitações.

No vídeo, Igor explica ao YouTuber que representantes do governo visitam a zona de exclusão de tempos em tempos para medir os níveis de radiação, mas isso não parece incomodar os moradores locais. Aliás, Igor e sua mãe são apenas dois dos mais de 200 habitantes fixos que o governo acredita que vivem na zona evacuada após a explosão de 1986.

Bald and Bankrupt
Bald and Bankrupt

E além da radiação, quem vive por lá precisa conviver com uma paisagem fantasmagórica, repleta de prédios e estruturas totalmente abandonadas. Mas isso, cá entre nós, pode até ser algo positivo para quem gosta de lugares com um visual mais “dark”.

Confira, abaixo, o vídeo em inglês.

você pode gostar também
buy metformin metformin online