YouTuber chinesa se dá mal ao tentar comer polvo vivo

Uma “YouTuber” chinesa chamada “Little Seven” estava fazendo uma transmissão ao vivo que ela certamente se arrependeu. No vídeo, a menina agarra um polvo para tentar comê-lo vivo. O que poderia dar errado?

Little Seven aparentemente gosta de se filmar com várias criaturas vivas do mar, e eventualmente acaba comendo algumas. É o que diz seu perfil no Kuaishou, uma plataforma chinesa similar ao YouTube.

polvo
Shutterstock

Ela começou a fazer vídeos do tipo há cerca de duas semanas, onde ingere vários frutos do mar, lagostins e lagostas. Por mais bizarro que pareça, esse tipo de vídeo atrai bastante espectadores, o que provavelmente a motivou para algo diferente e ousado: comer um polvo vivo.

Logo de início, o polvo se gruda na cara da menina, que demora alguns segundos para perceber a gravidade da situação. Quando ela fica incapaz de se livrar do animal, ela entra em desespero e tenta de todas as formas se desgrudar dos tentáculos.

“Está doendo, não consigo me livrar dele. Meu rosto está desfigurado!”, exclama a ‘YouTuber’, gritando de dor. Quando o polvo finalmente sai, podemos notar uma pequena ferida na bochecha da vlogueira. Little Seven, jura vingança: “vou comê-lo esta noite”, diz.

Não demorou para que as cenas bizarras viralizassem, e embora longe da forma pensada, o vídeo rendeu uma fama à jovem, se era isso o que ela queria. Você pode ver o vídeo abaixo… se quiser:

você pode gostar também
7 Comentários
  1. marcio cordeiro Diz

    Como alguém atura essa voz pqp

    1. Andréia Diz

      Parece as hentais pornôs gemendo kkkkk

  2. Ediwan Diz

    Lol curti, palmas para o 🐙

  3. Sem choro Diz

    Coisa boa!
    Era pra ter arrancado a cara e parar de ser trouxa!

  4. Luiz Siqueira Diz

    Já é feinha de natureza …o machucado não fez grande diferença na lataria não…

  5. karina Diz

    HAHAAHAHA otária

  6. Ricardo Diz

    AMEI, QUERIA VER ELE PEGAR NO GLOBO OCULAR DELA! HAUHAUAHU

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.