Veja a Ferrovia Salekhard–Igarka: A ferrovia da morte de Stalin

Nos arredores de Salekhard, a capital da região Yamal Nenets, Rússia, na fronteira do Círculo Ártico, encontram-se os restos abandonados da Ferrovia Salekhard-Igarka, conhecida também como a “Ferrovia da Morte”, “Estrada da Morte” e “Estrada Morta”. Esta ferrovia de 1.300 quilômetros era para ser parte da Linha Principal de Stalin, um grande esquema para ligar o Oriente e Ocidente da Sibéria, que se estende desde a cidade de Inta, em Komi, através de Salekhard para Igarka, no rio Yenisei. A linha nunca foi concluída, mas dezenas de milhares de trabalhadores pereceram durante a tentativa de construí-la.

A maioria dos trabalhadores faziam parte do sistema soviético Gulag, onde os cidadãos condenados por crimes políticos eram enviados. “Crime político” poderia significar qualquer coisa: chegar atrasado para o trabalho, escrever poesia politicamente incorreta, passar um tempo como prisioneiro de guerra ou roubar beterrabas para alimentar seus filhos. As autoridades os marcaram como “inimigos do povo” e os enviou ao Campo Gulag onde eles foram submetidos a sofrimentos incalculáveis e tortura.

Veja a Ferrovia Salekhard–Igarka: A ferrovia da morte de Stalin

O plano original era construir um porto em Salekhard no Rio Ob, e transportar materiais de fábricas no oeste da Sibéria, como as grandes fábricas de níquel em Norilsk. Mas quando foi descoberto que o Rio Ob era muito raso para os navios, um novo porto foi construído em Igarka, conectando Salekhard e Igarka por uma ferrovia.

A construção da ferrovia começou em 1947. O Campo Gulag forneceu Stalin uma trabalho barato e descartável que ele poderia atribuir a qualquer projeto. Estima-se que 80.000 a 120.000 prisioneiros foram escravizados na construção da ferrovia, mas algumas fontes afirmam números tão elevados como 300.000.

Veja a Ferrovia Salekhard–Igarka: A ferrovia da morte de Stalin

Foto: ComIntern/Wikimedia

 

Veja a Ferrovia Salekhard–Igarka: A ferrovia da morte de Stalin

Foto: CharlyVJN/Panoramio

Veja a Ferrovia Salekhard–Igarka: A ferrovia da morte de Stalin

Foto: CharlyVJN/Panoramio

Veja a Ferrovia Salekhard–Igarka: A ferrovia da morte de Stalin

Foto: CharlyVJN/Panoramio

Veja a Ferrovia Salekhard–Igarka: A ferrovia da morte de Stalin

Foto: CharlyVJN/Panoramio

Veja a Ferrovia Salekhard–Igarka: A ferrovia da morte de Stalin

Foto: CharlyVJN/Panoramio

Veja a Ferrovia Salekhard–Igarka: A ferrovia da morte de Stalin

Foto: CharlyVJN/Panoramio

Veja a Ferrovia Salekhard–Igarka: A ferrovia da morte de Stalin

Foto: CharlyVJN/Panoramio

Veja a Ferrovia Salekhard–Igarka: A ferrovia da morte de Stalin

Foto: CharlyVJN/Panoramio

Veja a Ferrovia Salekhard–Igarka: A ferrovia da morte de Stalin

Foto: CharlyVJN/Panoramio

Veja a Ferrovia Salekhard–Igarka: A ferrovia da morte de Stalin

Foto: CharlyVJN/Panoramio

Veja a Ferrovia Salekhard–Igarka: A ferrovia da morte de Stalin

Foto: CharlyVJN/Panoramio

Veja a Ferrovia Salekhard–Igarka: A ferrovia da morte de Stalin

Foto: CharlyVJN/Panoramio

Veja a Ferrovia Salekhard–Igarka: A ferrovia da morte de Stalin

Foto: CharlyVJN/Panoramio

Fontes: Wikipedia / Basement Geographer / BBC

Comentários
Carregando...