Usuários da internet compartilharam 25 truques psicológicos que usam com sucesso todos os dias

Ações certamente falam mais alto que as palavras, mas não as compreendemos completamente. Agora, embora não seja possível decodificar exatamente a mente de alguém, é possível fazer tentativas para ler as ações de modo a ajudar você a guiar situações para caminhos mais harmoniosos.

A seguir, você verá algumas dicas que a comunidade do Reddit compartilhou e que, se implementados na sua vida diária, podem ser muito úteis.

25 – “Prefiro perguntar: “Quais perguntas você tem?”, Em vez de “Você tem alguma pergunta?”. É diferença é que a primeira resulta em perguntas e a segunda em silêncio”.

24 – Seja gentil, mesmo com pessoas desagradáveis. Há algo encantador na transição de alguém que está zangado a alguém que está de bom humor.

23 – Para evitar problemas no local de trabalho e melhorar seu relacionamento com seus colegas, diga coisas boas sobre eles ao conversar com outras pessoas.

22 – “Eu trabalho em um escritório. Quando as pessoas param na minha mesa e percebo que não sairão tão cedo, eu pego uma garrafa de água e vou preenchê-la enquanto a conversa está acontecendo. Mas depois disso, eu não volto para a minha mesa, eu vou para a mesa da pessoa que está falando comigo. Isso as faz sentar em seu lugar automaticamente. Então, termino a conversa e volto ao trabalho”.

21 – “Se você usa fones de ouvido, mas não coloca música, será mais fácil para as pessoas dizerem coisas interessantes quando você estiver ao lado delas, evitando puxar papo a toa”.

20 – “Eu sou um jogador de poker profissional. Durante os jogos, tento fazer meus oponentes rirem enquanto penso em meu próximo movimento. Risadas tornam menos provável que eles blefem”.

19 – “Você quer que as pessoas gostem de você? Então, peça-lhes um favor muito pequeno como “você pode segurar minha caneta por um segundo?” Isso vai enganar o cérebro deles e fazê-las pensar que gostam de você, pois por que elas o ajudariam se não?”

18 – A técnica “Door-in-the-face”: para persuadir alguém, peça algo que a pessoa definitivamente não irá aceitar, assim como uma batida metafórica de uma porta no rosto do persuasor. Em seguida, peça outra coisa, dessa vez algo mais sensato. Assim, é mais provável que a pessoa concorde com o segundo pedido do que se esse mesmo pedido fosse feito de forma isolada.

17 – Não se desculpe, mas sim agradeça às pessoas. Troque “Desculpe por chegar atrasado” por “Obrigado pela sua paciência!”. Dessa forma, você desviará a atenção de suas falhas e destacará as boas qualidades das pessoas com quem você está interagindo.

16 – Se você precisa criticar alguém, primeiro diga algo positivo, então exponha suas críticas e finalmente termine com algo positivo novamente. Isso tornará a crítica mais leve, por não estar isolada.

15 – “Eu geralmente capto mais informações se escuto alguém sem falar nada. Apenas deixe a pessoa falar. Se elas te interromperem, apenas espere. Você verá o quanto isso faz a diferença”.

14 – “Eu costumava trabalhar com publicidade e meu chefe me ensinou a cometer um erro pequeno, mas perceptível no primeiro rascunho antes da aprovação. Os clientes notarão o erro e pedirão que você o corrija. Hoje, trabalho como freelancer e quando tenho clientes difíceis, cometo alguns erros de propósito. Assim já consigo ver quais alterações os clientes solicitarão. Funciona sempre”.

13 – Em uma discussão, primeiro encontre algo com o qual ambos os lados concordem e então chegue ao ponto principal.

12 – “Se alguém com quem você está conversando está tentando justificar suas ações, a melhor maneira de reagir é ficar em silêncio, transformando seu discurso em um monólogo. Sem qualquer resposta, a pessoa perderá a confiança em suas próprias palavras. Aprendi essa técnica com um chefe que tive, que controlava todas as reuniões e sempre era a pessoa mais quieta da sala”.

11 – “Quando estou fazendo patrulha em uma área selvagem, preciso vigiar as pessoas com cachorros (que não são permitidos). O guarda-florestal me ensinou a perguntar a qualquer pessoa com um cão o seguinte: “Você está procurando um lugar para passear com seu cachorro?” Isso lhes dá a chance de fingir que não sabiam da regra (embora existam placas em todos os lugares, é claro) e aumenta as chances de obedecerem a regra por você ter sido simpático”.

10 – “Li recentemente que dizer “Você está certo” em vez de “Eu sei”, faz com que você pareça menos uma pessoa arrogante e faz com que você não diminua algo que alguém acabou de falar”.

9 – “Eu comecei a usar essa técnica de um amigo meu. Ele usava sempre que tentava descobrir onde ir jantar com a namorada: em vez de perguntar “O que você quer?” e receber a típica resposta “Não sei, nada…” e depois sugerir, comece com: “O que você NÃO quer?” Eu usei isso algumas vezes em alguns dos meus relacionamentos e foi uma verdadeira dádiva”.

8 – Seja direto e pergunte a pessoas específicas quando precisar de algo. Em vez de perguntar: “Alguém tem uma caneta?” Pergunte “Quem tem uma caneta?”. E para pedir a alguém que ligue para a ambulância, diga: “Ei, você de casaco azul, qual é o seu nome? Ok, Jonas, chame uma ambulância, por favor”.

7 – “Atualmente gerencio cerca de 240 pessoas entre 6 restaurantes. Muitas vezes é difícil fazer com que eles façam o que é necessário, mas descobri que dizer “preciso da sua ajuda” é suficiente para fazê-las ficarem motivadas. As pessoas querem se sentir necessárias e como se estivessem fazendo a diferença. Expressar isso para elas faz toda a diferença no mundo”.

6 – Se você precisa lembrar que precisa fazer algo mais tarde, tente falar o que precisa fazer ao mesmo tempo que faz algo que tenha a ver com o que precisa fazer. Por exemplo, diga a si mesmo: “Preciso tirar o lixo antes de ir para a cama” e depois coloque o travesseiro no pé da cama.

5 – Se alguém está chateado ou irritado, basta dizer: “Isso é completamente compreensível”. Isso muda o foco da conversa e desloca as emoções da pessoa para longe de serem direcionadas a você, porque você entende e pode estar do lado dela.

4 – “Meu filho mais novo, de 4 anos, entrou na fase do “por que?” há pouco tempo. Eu li um artigo que dizia que a melhor maneira de fazê-los parar é perguntar a eles: “Não tenho certeza, o que você acha?” Eles respondem a sua própria pergunta, você fornece algum feedback, como “Faz sentido” e eles imediatamente continuam a vida deles normalmente”.

3 – “Ensinei a minha filha que você não deve simplesmente pedir desculpas e pronto. Primeiro, você diz que sente muito. Depois, você pergunta “Como posso ajudar você a se sentir melhor?” Isso ajuda a criança a assumir a responsabilidade por ter feito alguém se sentir mal e a reconhecer que só pedir desculpas muitas vezes não resolve o problema que causou”.

2 – “Quando eu tinha algo importante para dizer aos meus filhos, eu dizia com muita calma para que eles pudessem ouvir. É claro que, se você gritar, eles responderão, mas nada desperta a atenção deles como sussurros”.

1 – “Eu comecei a fazer o meu filho de 4 anos fazer perguntas completas. Por tanto, agora ele precisa perguntar “Por que o céu está azul?” ao invés de apenas “Por quê?”. Isso faz com que ele pare, pense, se envolva com a conversa e nos tira desse constante “por que-porque-por que-porque…”

Muito bom, não? Teste e depois conte pra gente o seu resultado!

[Bright Side]

Comentários
Carregando...