Notícias e artigos sobre ciência, incluindo espaço, biologia, arqueologia, e muito mais.

Uma colisão estelar poderá iluminar o céu em 2022

Uma enorme colisão entre duas estrelas a cerca de 1800 anos-luz de distância da Terra poderá adicionar um novo objeto brilhante no nosso céu noturno, revelam os cientistas. O ponto de luz será visível por apenas dois ou três anos.

Esta é a primeira vez que especialistas tentam prever uma colisão cósmica como esta. Pesquisadores afirmam que as chances de prever algo do tipo são baixas.

O astrônomo Larry Molnar e sua equipe da Calvin College, em Michigan (EUA) têm mantido olhar atento para a estrela binária chamada KIC 9832227 (que na verdade são duas estrelas que orbitam entre si).

Neste caso – um contato binário -, as atmosferas de ambas as estrelas entrarão em contato. Os pesquisadores afirmam que elas estão cada vez mais próximas, e podem colidir entre si em 2022.

 

Este tipo de evento recebe o nome de “nova vermelha”, e a explosão resultante pode causar um aumento de 10 mil vezes no brilho original, o que seria suficiente para que se torne visível da Terra.

“Se a previsão estiver correta, então, pela primeira vez na história, os pais poderão apontar para uma área escura no céu e dizer aos filhos: ‘Olha, ali há uma estrela escondida, mas logo se acenderá'”, afirma Matt Walhout, do Calvin College.

A história começou em 2008, com V1309 Scorpii, outra estrela binária que causou uma nova vermelha. Embora o acidente não tenha sido previsto com antecedência, observações dele mostraram que o período orbital entre as duas estrelas caíam cada vez mais e mais rápido na medida que a colisão se aproximava. Molnar e seus colegas descobriram o mesmo padrão na CCI 98322227 em 2013 e 2014, continuando ao longo de 2016.

A equipe está monitorando a estrela através de ondas de rádio, infravermelho e emissões de raios X com uma variedade de instrumentos no Very Large Array – observatório do Novo México -, o Infrared Telescope Facility – no Havaí – e a nave espacial XMM-Newton, em órbita ao redor da Terra.

Estas leituras devem nos permitir descobrir se a KIC 9832227 está em curso para iluminar nosso céu. Em seguida, a caçada será sobre outras estrelas binárias do tipo, para ver se podemos prever mais destas colisões.

Comentários
Carregando...