Tráfico humano: uma realidade chocante no século XXI

“Eu sou… qualquer raça… qualquer idade… qualquer nacionalidade… mantido contra a minha vontade”. O tráfico humano é descrito como o maior desafio do século pelos Direitos Humanos. Estaríamos nós nos esquecendo do direito humano mais básico de todos: liberdade?

Uma caminhada na praia termina em um quarto escuro e desconhecido, para viver todos os dias uma vida de escravidão e opressão. O crime? Estar no lugar errado na hora errada.

O tráfico humano é tema de preocupação global e tem sido assim por décadas. Sendo a forma mais moderna de escravidão, o tráfico de seres humanos acontece de baixo do nosso nariz sem ser detectado. O garotinho que você vê todos os dias lavando copos na cafeteria da esquina foi provavelmente traficado por seus órgãos. Após a remoção de seu rim, ele foi despejado para trabalhar assim todos os dias. Pelo que sabemos, ele era representante de classe, e foi sequestrado em seu caminho para a escola.

O tráfico de seres humanos é um comércio de seres humanos, comércio de vidas, comércio de liberdade. Uma vez vendido, não há volta. A escravidão está viva, e bem no século XXI. Há mais pessoas escravizadas hoje do que em qualquer outro momento da história. De acordo com uma pesquisa, hoje os escravos são mais baratos do que nunca foram na história. Devido à crescente população, e mais globalização, as pessoas mais vulneráveis ​​e crédulas são facilmente aprisionadas.

A indústria

Mistérios do Mundo

O tráfico de seres humanos é uma das maiores indústrias ilegais em crescimento no mundo e perde somente para o comércio de drogas. $32 bilhões de dólares em lucros são gerados por esta indústria todos os anos. Se não for controlado a tempo, o tráfico humano pode assumir a liderança porque, ao contrário das drogas, os seres humanos podem ser usados ​​repetidas vezes. Esta indústria de US$150 bilhões está negociando atualmente mais de 20,9 milhões de pessoas, das quais 55% são mulheres e meninas. Uma mulher traficada por sexo é alugada PARA várias pessoas, e vai cada vez ganhando mais e mais clientela, ganhando mais experiência. Estima-se que uma prostituta traficada rende a seu “dono” aproximadamente US$250 milhões de dólares por ano. Meninas de 12 anos de idade são traficadas para fazerem sexo. Se isso não é desumano, então o que seria?

Com o aumento da industrialização e a acumulação da riqueza em algumas poucas mãos, a demanda por instalações médicas aumentou. Com a diabetes em ascensão, a deterioração de órgãos tornou-se comum e a necessidade de doadores de órgãos é sentida profundamente. Esse fosso entre a procura e a oferta é preenchida pelo tráfico de seres humanos. Órgãos vitais como o rim e o fígado são colhidos dos corpos das vítimas capturadas. Essas pessoas são muitas vezes forçadas ou às vezes pagas por seus órgãos. Na maioria das vezes, essas pessoas não sobrevivem após o processo.

As pistas

Mistérios do Mundo

As pistas do tráfico humano podem ser detectadas se pararmos para observar. Os novos alvos são os refugiados. Os refugiados são as “sobras da turbulência”, que permanecem “não reclamados”. Eles carecem de estabilidade, de segurança e de uma identidade, o que os coloca em uma posição vulnerável na nova terra onde estão, mas que não pertencem. Essas pessoas, em sua maioria mulheres e crianças (porque os homens já foram mortos ou perdidos durante a turbulência), são suscetíveis ao tráfico. Eles são facilmente atraídos com falsas promessas, porque essas pessoas não têm ninguém para recorrer. Eles não têm uma embaixada para protegê-los e são basicamente os cidadãos indesejados do mundo. Estas “sobras” são colhidas e traficadas facilmente sem medo algum.

O tráfico humano floresce extensivamente no continente africano. Com condições socioeconômicas precárias, falta de consciência e atraso médico e científico, os africanos têm sido mais propensos à escravidão desde séculos. A história nos diz que os africanos foram amplamente identificados como escravos até a recente revolta contra o Apartheid. No entanto, a situação não mudou muito. Em países pobres como o Sudão, a maioria das crianças se tornam órfãs em uma idade jovem quando seus pais morrem devido ao HIV e então podem ser facilmente capturadas. Famílias com um grande número de crianças vendem algumas delas em troca de dinheiro. Os traficantes fazem ilusórias ofertas lucrativas de emprego em países mais desenvolvidos e depois os exploram monetariamente e, em seguida, fisicamente.

Como o tráfico afeta a vítima

Mistérios do Mundo

    • Mulheres e meninas traficadas para serem escravas sexuais são estupradas, espancadas, passam fome, usam drogas forçosamente e são torturadas a fim de matar toda e qualquer esperança ou bom sentimento que possam vir a ter, para assim ensinar-lhes atos sexuais. Estas mulheres muitas vezes perdem a vontade de viver e, assim, desenvolvem tendências suicidas.

 

    • Na maioria dos casos, essas mulheres contraem HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis devido aos atos sexuais desprotegidos e falta de atenção médica. Essas doenças aumentam o sofrimento físico das vítimas.

 

  • As pessoas capturadas para a colheita de órgãos raramente são atendidas. Elas contraem infecções devido a procedimentos médicos impróprios e muitas vezes morrem na mesa de cirurgia. Aqueles que sobrevivem geralmente nunca mais são capazes de viver uma vida normal novamente.

Como o tráfico nos afeta

Mistérios do Mundo

  • Os traficantes geralmente são pessoas não suspeitas que podem estar em qualquer lugar: dentro da nossa família ou até mesmo no nosso círculo de amizade. O aumento na rentabilidade deste comércio resulta no aumento da presença de tais criminosos disfarçados em nosso meio.

 

    •  O tráfico sexual dissemina o HIV. O HIV está se tornando uma epidemia devido ao aumento do tráfico sexual.

 

  • O tráfico de seres humanos está tirando as pessoas de seu direito básico, pelo qual guerras foram travadas e vidas foram tomadas, ou seja, a liberdade. Está desenvolvendo uma sociedade desequilibrada que está mais distorcida do que nunca.

O que podemos fazer a respeito?

Mistérios do Mundo

    • Espalhe a palavra e ajude a educar as pessoas ao seu redor sobre a gravidade do problema e ajude a torna-los conscientes também.

 

  • Converse com seus filhos sobre o tráfico humano. Uma vez que as crianças são os alvos mais fáceis, é necessário que eles estejam alertas a todo momento. Crie um espaço livre para que seus filhos falem sobre qualquer coisa que eles acham estranho ou atitudes das quais são incapazes de explicar.

Qualquer pessoa pode identificar uma vítima por certos indicadores e sinais. Veja como você pode identificar se uma pessoa está sendo traficada:

  1. Tais vítimas são detectadas normalmente nos aeroportos de onde são transportadas para outros países.
  2. As vítimas geralmente parecem desinformadas sobre o propósito de sua jornada.
  3. Muitas vezes, essas vítimas são tatuadas.
  4. Tente questionar essas pessoas sobre suas vidas. Se suas respostas parecerem ensaiadas, elas provavelmente estão sendo direcionadas.
  5. As condições de vida precárias são outro indicador importante.
  6. As vítimas frequentemente exibem incapacidade de falar com um indivíduo sozinho.
  7. As vítimas mostram sinais evidentes de abuso físico.
  8. Eles geralmente são submissos ou temerosos.
  9. Geralmente estão na prostituição.

Quando você sente que uma pessoa está sendo traficada, não intervenha: em vez disso, fale com a polícia.

Aqueles que foram vítimas do tráfico de seres humanos consideram a vida pior do que a morte. Uma boa parte das pessoas no mundo estão sendo escravizadas e os números estão sempre aumentando. Algo deve ser feito. Agora.

Junte-se a nós e ajude-nos a lutar contra o Tráfico de Pessoas, espalhando a palavra e compartilhando este artigo

Comentários
Carregando...