Se você vir rostos distorcidos ou “demoníacos”, pode ter uma condição extremamente rara

por Lucas Rabello
0 comentário 838 visualizações

Já se pegou pensando que talvez, só talvez, não vemos o mundo através da mesma lente? Claro, a cor vermelha pode gritar “pare” para você, mas para outra pessoa, pode sussurrar “siga”. E então há toda a questão sobre rostos. Sim, rostos. Você apostaria seu último centavo que eles parecem iguais para todos? Cuidado, porque esse pode não ser o caso.

Entre no reino da prosopometamorfopsia (vamos chamá-la de PMO, certo?), onde rostos se transformam em algo saído diretamente de um filme de terror. Mas antes que você se assuste, isso não é sobre espelhos assombrados ou selfies amaldiçoadas. Esta é a ciência real, pessoal.

Quem deu essa revelação arrepiante? Ninguém menos que Antônio Mello, estudante de doutorado do Departamento de Ciências Psicológicas e Cerebrais da Dartmouth College. Mello e sua equipe revelaram como alguns poucos veem rostos — e não é nada menos que um thriller de ficção científica.

PMO é essa condição ultra-rara com uma lista VIP de apenas 75 membros conhecidos mundialmente. Então, se você achava que sua associação a um clube exclusivo era legal, pense novamente. Mas aqui está o ponto crucial: decifrar o que essas pessoas com PMO veem é como tentar resolver um cubo mágico no escuro. Por quê? Porque como você sabe que está vendo rostos de forma diferente se nunca os viu de outra maneira?

Agora, é aqui que as coisas ficam interessantes. A equipe de Mello encontrou um cara de 58 anos que tem PMO, mas com uma reviravolta — ele só vê as distorções derretendo rostos na vida real, não em telas ou papel.

Antônio Mello / Dartmouth College

Antônio Mello / Dartmouth College

Então, eles criam essas imagens que parecem ter sido tiradas de uma investigação paranormal, e o cara é tipo, “Sim, é esse material assustador que vejo todos os dias.” É como ter seu próprio filtro pessoal, mas você não pode desligá-lo. Assustador, né?

Mas aqui está o desolador: muitas pessoas com PMO recebem o rótulo errado. Estamos falando de diagnósticos errados para todos os lados, com alguns sendo informados de que tem esquizofrenia. Brad Duchaine, um professor e chefe do Laboratório de Percepção Social da Dartmouth, revela como essas pessoas com PMO muitas vezes recebem um bilhete só de ida para o neurologista quando seu verdadeiro problema está com seus olhos, não seus neurônios.

E se você acha que eles estão por aí gritando dos telhados sobre sua visão facial distorcida, pense novamente. Ninguém quer ser o garoto propaganda do que soa como uma trama para o próximo grande thriller psicológico. É um trabalho difícil, viver em um mundo onde seu cérebro remixa rostos, e ninguém entende.

Então, é isso, pessoal. Da próxima vez que você ver seu reflexo e pensar, “É assim que realmente pareço?” lembre-se, em algum lugar lá fora, alguém está vendo algo muito, muito diferente. E não, não é porque esqueceram de colocar os óculos.

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados