Rolls-Royce está construindo avião do ‘Juízo Final’ de $ 13 bilhões com características incomuns

por Lucas Rabello
0 comentário 978 visualizações

Sobreviver ao fim do mundo com estilo? Embarque em um avião Rolls-Royce. Sim, você ouviu direito. A Rolls-Royce está entrando no mundo dos “aviões do juízo final” com um novo projeto que está decolando. Depois de conseguir um contrato com a Força Aérea dos EUA, eles estão prontos para criar a próxima geração de fortaleza voadora.

Agora, entendo. “Avião do juízo final” soa como o último lugar em que você gostaria de estar. Mas essa belezura tem boas intenções. É parte do projeto da Força Aérea chamado Centro de Operações Aéreas Sobreviventes (SAOC), projetado para substituir os antigos aviões E-4B. Esses pássaros antigos são basicamente Boeing 747-200s turbinados, normalmente transportando o Secretário de Defesa, mas também prontos para se transformar em um centro de comando móvel durante emergências nacionais.

Imagine isso: quatro aviões, cada um com capacidade para até 111 pessoas. Estes não são voos comerciais comuns. Estamos falando de transportar o Presidente dos EUA, o Secretário de Defesa e a alta cúpula militar quando o bicho pegar. Então, sim, esses aviões precisam de um pouco mais do que entretenimento a bordo.

Primeiro, eles precisam suportar uma explosão nuclear. Nada demais, não é? Eles também precisam reabastecer no ar para evitar pousar em situações arriscadas. Segurança e resistência são as palavras de ordem aqui.

Entra a Rolls-Royce. Com um contrato gigante de 13 bilhões de dólares entregue à gigante da defesa Sierra Nevada Corporation, a Rolls-Royce foi chamada para cuidar dos sistemas de propulsão do avião. Adam Riddle, chefão da Rolls-Royce Defense, não poderia estar mais empolgado. “Por décadas, a Rolls-Royce tem impulsionado operações militares ao redor do mundo com tecnologias confiáveis e de ponta – transportando com segurança membros do serviço em suas missões. Agora, estamos orgulhosos de combinar nosso pedigree comprovado com a expertise coletiva da Sierra Nevada Corporation e do resto da equipe SAOC para garantir que nossos líderes militares tenham a plataforma para proteger nossa segurança nacional quando mais importa.”

Jon Piatt, um figurão da Sierra Nevada, acrescentou: “A Sierra Nevada Corporation está muito animada em colaborar com a Rolls-Royce, colocando sua vasta experiência em ação nesta missão crucial da Força Aérea. Temos certeza de que a Rolls-Royce será um parceiro valioso na manutenção de uma vantagem estratégica para proteger o país quando mais importa.”

Então, qual é o cronograma? O contrato para este projeto de alto risco está previsto para durar até julho de 2036. Isso mesmo, estamos falando de mais de uma década de desenvolvimento de ponta, garantindo que esses novos centros de comando aéreo estejam prontos para qualquer coisa.

No mundo da aviação militar de alto risco, essa parceria busca misturar luxo com funcionalidade hardcore. A Rolls-Royce não se trata apenas de carros luxuosos; eles estão entrando na jogada para garantir que, quando se trata de sobrevivência, o céu é o limite.

Inscreva-se no canal Mistérios do Mundo no YouTube

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados