Repórter da Copa do Mundo é assaltada ao vivo na abertura do Catar

O tão esperado torneio finalmente começou ontem (20 de novembro), com o Equador vencendo o país anfitrião por 2 a 0.

E na preparação para a partida de abertura, a repórter argentina Dominique Metzger estava conduzindo uma transmissão ao vivo da área de Corniche, em Doha.

No entanto, durante sua reportagem, itens da bolsa de Metzger, incluindo dinheiro e documentos, foram roubados.

Mais tarde, ela relatou o incidente à polícia local e afirmou que achou a situação um pouco confusa.

A repórter teve itens roubados de sua bolsa. Crédito: Twitter/@zachlowy
A repórter teve itens roubados de sua bolsa. Crédito: Twitter/@zachlowy

Relembrando sua conversa com um policial, Metzger disse: “Fui à delegacia e foi aí que as diferenças culturais começaram. A policial me disse: ‘Temos câmeras de alta tecnologia em todos os lugares e vamos localizá-lo [o ladrão] com detecção de rosto. O que você quer que o sistema de justiça faça quando o encontrarmos?'”

Depois de pedir alguns esclarecimentos sobre o que o policial quis dizer com isso, Metzger afirmou que o policial disse: ‘Que justiça você quer? Que sentença você quer que demos a ele? Você quer que ele seja condenado a 5 anos de prisão? Você quer que ele seja deportado?

A jornalista disse que simplesmente queria que seus itens fossem devolvidos a ela, embora ainda não esteja claro se eles o fizeram.

Antes do início do torneio esta semana, a maior parte da conversa foi sobre a questão dos direitos humanos no Catar e se a Copa do Mundo deveria ter sido realizada lá em primeiro lugar.

buy metformin metformin online