Rara abelha azul é reencontrada na Flórida

Mais cedo neste mês de maio, o Museu de História Natural da Flórida revelou que uma espécie de abelha que acreditavam estar extinta voltou a ser avistada nos Estados Unidos. Estamos falando da Osmia calaminthae, mais conhecida como “abelha-carpinteira-azul”. Bastante incomum, essas abelhas podem atingir 1,7cm de comprimento entre as fêmeas, e 2,8cm entre os machos. O nome se dá pela coloração azulada que as fêmeas apresentam. Os machos, no entanto, possuem uma pelagem mais semelhante às abelhas mais comuns. O espécime mais recente foi encontrado na região de Lake Wales Ridge, Flórida.

Trata-se de uma espécie bastante rara, descrita pela primeira vez em 2011, e encontrada até então em apenas 4 localidades dos EUA. A descoberta que renovou as esperanças dos biólogos acerca desta abelha foi feita pelo especialista Chase Kimmel, pesquisador com pós-doutorado do Museu de História Natural da Flórida.

“Eu estava aberto à possibilidade de que talvez nós não encontrássemos mais essa abelha. Por isso, encontrá-la no campo foi realmente empolgante”, disse Kimmel, em entrevista.

Reddit

A descoberta foi feita enquanto o especialista analisava outros tipos de abelhas, utilizando um tipo de “armadilha” inofensiva para a saúde dos animais, usada apenas para permitir que os biólogos possam analisar e estudar os espécimes. Em determinado momento de sua pesquisa, ele percebeu que uma abelha-carpinteira havia sido “capturada”.

Agora, com as esperanças renovadas em relação à propagação dessa espécie, Kimmel aproveita para chamar atenção para uma petição feita em 2015, que tem como objetivo a inclusão da Osmia calaminthae entre as espécies protegidas pelo estado da Flórida.

Fonte: Museu de História Natural da Flórida.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.