Quarentena está mudando a forma como a crosta terrestre se move

A quarentena imposta pelo surto do novo coronavírus vem afetando de várias formas distintas o nosso planeta. Agora, de acordo com cientistas de vários países, a crosta da Terra vem apresentando menos ruídos sísmicos, provavelmente por conta da menor circulação de pessoas e automóveis pelas cidades e também pela paralisação de muitas atividades industriais.

Em situações normais, as atividades humanas provocam um “ruído de fundo”, que é captado por sismógrafos e muitas vezes acabam atrapalhando as previsões de terremotos e ruídos naturais. Agora, no entanto, por conta da diminuição nas atividades humanas, este ruído tem diminuído consideravelmente, tendo inclusive diminuído o ritmo de movimento da crosta terrestre.

Shutterstock

Na Bélgica, por exemplo, como informa o ‘Observatório Real’ do país, já foi verificada uma redução de um terço nos ruídos provocados pelas pessoas na crosta terrestre. Isso provavelmente é um resultado das medidas adotadas pelo governo belga, que determinaram o fechamento de restaurantes, bares e escolas – panorama que se repete em vários países, incluindo o Brasil.

O especialista Thomas Lecocq, do ‘Observatório Real’, lembra que essa diminuição nos níveis de ruídos não são assim tão incomuns, já que muitas vezes são registradas durante feriados nacionais e finais de semana. Agora, no entanto, a redução parece ser bem maior, além de mais prolongada.

Enquanto isso, no Reino Unido, o sismólogo Stephen Hicks, da ‘Imperial College’, relatou que a ‘British Geological Survey’ também verificou uma considerável redução dos ruídos sísmicos no país. Neste caso, muito provavelmente a redução está ligada ao menor fluxo de trânsito na rodovia M4 (que liga a Inglaterra ao País de Gales), onde está localizada a estação.

Estas reduções, de acordo com os cientistas, podem impactar a forma como os sismógrafos captam a atividade sísmica natural da Terra, ajudando na previsão de terremotos e outros fenômenos.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.