Por que os aviões normalmente são pintados de branco?

Alguma vez você já se perguntou por que a maioria avassaladora dos aviões possui coloração branca? Afinal de contas, essa não é a cor original dos materiais utilizados na construção das aeronaves. Então por qual motivo as companhias gastam tanta tinta (aproximadamente 230 litros por avião) para pintá-las?

Existe uma explicação por trás disso.

O principal motivo, conforme explica o professor de Aeronáutica e Astronáutica do Instituto de Tecnologia do Massachusetts, R. John Hansman, em entrevista ao Business Insider, tem a ver com a temperatura. Se você já saiu com uma camiseta preta em um dia extremamente quente, provavelmente você sabe que as cores escuras absorvem quantidades maiores de calor. O branco, por outro lado (bem como as outras cores mais claras), tende a refletir a luz solar, ajudando a afastar o calor e manter a temperatura mais amena por trás do material.

No caso dos aviões, segundo Hansman, a tinta branca exerce uma importante função na manutenção da temperatura dentro da aeronave, garantindo que seus componentes não superaqueçam por conta da ação do sol. Fossem utilizadas cores escuras na hora de pintar os aviões, as companhias certamente precisariam gastar muito mais com sistemas de refrigeração.

Shutterstock

Entretanto, não é impossível ter um avião colorido, e de fato algumas companhias eventualmente fabricam uma ou outra edição limitada de aeronaves com cores chamativas. Isso porque o efeito na temperatura não chega a ser assim tão perigoso caso você tenha um avião azul ou amarelo, por exemplo. Haverá, sim, um aumento na absorção do calor proveniente do sol, mas de acordo com Hansman ele não chega a ser suficiente para causar problemas irreparáveis pelas companhias – apesar de poder ocasionar um considerável gasto a mais no orçamento. Mas eis que surge um segundo problema: a manutenção.

Aeronaves brancas são consideravelmente fáceis de limpar e manter o bom aspecto, mas o mesmo não se aplica a aviões com outras cores. O efeito corrosivo da luz solar pode fazer com que um vermelho vibrante se transforme em algo semelhante a um cor-de-rosa, por exemplo. Por isso, também, as companhias acabam preferindo pelo “branquinho básico” na hora de planejar suas aeronaves.

Efeitos negativos também podem ser vistos em aviões que optam por manter a cor original dos seus materiais, mantendo um aspecto mais metálico. Em pouco tempo, eles começam a perder o brilho, enferrujar e apresentar manchas opacas. Isso aconteceu, como conta Hansman, com algumas aeronaves da American Airlines, que eram fabricadas sem a utilização de nenhum tipo de tinta. Como resultado, a empresa precisava despender bastante tempo e dinheiro para polir e limpar as aeronaves, o que fez com que o branco voltasse a ser utilizado.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.