Por cantar cedo demais, galo está sendo alvo judicial na França

Quem passou parte de sua vida vivendo no campo sabe o que é ser acordado todos os dias pelo canto do galo, sem precisar de nenhum tipo de despertador eletrônico. A própria natureza trata de acordar quem vive mais afastado do movimento frenético da vida urbana. Mas para quem não está acostumado, isso pode ser um verdadeiro problema.

Na simpática Ilha de Oléron, pertencente à França, um galo vem causando discussões, brigas, e recentemente virou até mesmo caso de justiça. Tudo isso pois a Oléron vem sendo povoada por muitas pessoas aposentadas, que decidem fugir da cidade grande e optam por uma vida um pouco mais reservada na ilha, que conta com aproximadamente 20 mil habitantes atualmente. Por lá, no entanto, vive Maurice, um dos galos mais famosos do país. Todas às manhãs, pontualmente às 06h30, Maurice acorda todo mundo que vive ao seu redor, com um canto extremamente agudo, que foi responsável pela sua fama local.

Shutterstock

Agora, a união de moradores do bairro onde vive Maurice está movimentando uma ação coletiva contra o galo, alegando que seu canto matinal vem provocando “poluição sonora” no ambiente, e atrapalhando a vida de quem não é obrigado a acordar todos os dias às 06h30. Obviamente, as críticas não são unânimes, e a batalha judicial está dividida entre aqueles que sempre viveram na cidade, e estão acostumados com a vida no campo, e aqueles que vieram depois de passar muitos anos vivendo na cidade, buscando um pouco mais de tranquilidade.

Felizmente para Maurice, muitos franceses estão se mobilizando em seu favor, e inclusive foi lançado o movimento ‘Je Suis Maurice’ (Eu Sou Maurice), nas redes sociais, buscando apoio para o bichinho, que de acordo com sua dona, Corinee Fesseau, vem recebendo críticas desde 2017.

Conheça o galo  causador de tanta discórdia:

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.