Pessoas resgatam filhote de leão que teve suas pernas quebradas por ser forçado a tirar fotos com turistas

Histórias de casos de maus tratos e injustiças com animais não são novidade. Seja através de negligência, aprisionamento ou até mesmo casos mais graves como brigas organizadas e tortura, bichos de todas as espécies acabam sofrendo em mãos humanas.

Recentemente, o caso de um filhote de leão viralizou ao descobrirem sua situação deplorável. O animal foi separado de sua mãe com poucos meses de idade e usado como atração turista – as pessoas que o roubaram vendiam fotos dele. E para isso, quebraram suas pernas e machucaram sua coluna para que não pudesse fugir ou avançar enquanto era utilizado para fins comerciais. Isso sem contar que era espancado e machucado frequentemente.

Simba, o pobre filhote de leão, foi encontrado desta maneira no local de seus agressores:

karendallakyan / Instagram
karendallakyan / Instagram

O veterinário russo Karen Dallakyan, que já ajudou muitos animais a saírem de condições terríveis como essa, salvou Simba após seu resgate. Ele, juntamente com sua equipe, presta o suporte a esses animais na recuperação da saúde, lhes dá comida, abrigo, e o mais importante: o amor e o carinho que merecem. Karen cuida de outros animais como ouriços, cobras, tigres e pássaros.

Este crime ficou tão conhecido que enfureceu até mesmo o presidente da Rússia, Vladimir Putin que, segundo relatos, ordenou pessoalmente uma investigação criminal sobre o assunto.

karendallakyan / Instagram
karendallakyan / Instagram

Simba estava à beira da morte, com ferimentos em todas as partes do corpo, além de fraco e desnutrido. No entanto, graças a seus salvadores e equipe médica, o leãozinho está vivo e bem, aprendendo aos poucos a confiar nos humanos novamente.

Veja só algumas de suas fotos após ter sido resgatado e cuidado:

karendallakyan / Instagram
karendallakyan / Instagram
karendallakyan / Instagram
karendallakyan / Instagram
karendallakyan / Instagram
karendallakyan / Instagram
você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.