Pesquisadores encontram espécie desconhecida durante expedição na Antártida

A “Expedição Antártica” partiu para o Oceano Antártico com o intuito de explorar os mares e trazer novidades as águas ainda pouco conhecidas. Usando a tecnologia do RV Tangaroa, uma embarcação de pesquisa pertencente ao Instituto Nacional de Pesquisa de Água e Atmosfera da Nova Zelândia, os cientistas saíram para a missão com a esperança de coletar imagens inéditas.

Reprodução YouTube

O documentário “Secrets of Antarctica” (segredos da Antártida) foi lançado em julho no YouTube, ainda bem antes do fim da missão, que ainda segue. Nele, já foram reveladas imagens fascinantes do oceano e seus mistérios inimagináveis. De acordo com o documentário, a equipe enfrentou vários problemas, como equipamentos quebrados, marés altíssimas e pressões desumanas.

Os pesquisadores conseguiram atingir 3500 metros abaixo da água, em uma planície abissal incrivelmente distante do nível da água. Lá, para se ter uma ideia, os cientistas precisaram lidar com uma pressão 300x maior do que a normal.

Conforme relata o ‘Express‘, a equipe de pesquisadores se surpreendeu por ter conseguido chegar tão fundo no oceano. O ponto mais interessante da expedição até o momento, no entanto, foi a descoberta de uma espécie totalmente nova, que chocou o principal cientista da missão, Andrew Stewart.

Reprodução YouTube

No documentário, Stewart mostra para a câmera uma criatura bastante diferente de tudo aquilo que já vimos. “Foi para isso que eu vim para a Antártida, para ver coisas como essa. Eu preciso procurar por partes como dentes, mandíbula, rastros branquiais, bem como vértebras, para tentar determinar o que é isso. No momento, não faço ideia do que é”, disse Stewart de acordo com o ‘Express‘.

Para saber exatamente do que se trata esta nova espécie, bem para conhecer que outras novidades serão reveladas, só nos resta esperar os desdobramentos da expedição.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.