fbpx

Pato de estimação ajuda polícia dos EUA a resolver desaparecimento misterioso

Durante anos, investigadores em Candler, na Carolina do Norte, se perguntaram o que havia acontecido com Nellie Lucille Sullivan, de 92 anos, que eles suspeitavam ter sido morta por sua neta e seu marido. Mas, apesar de toda a investigação, foi preciso um pato de estimação para encontrar o corpo e resolver o caso de uma vez por todas.

A ave em questão encontrou os restos mortais de Sullivan depois de correr perto da varanda de um trailer na 11 Beady Eyed Lane, em 14 de abril de 2022. Era lá que a neta de Sullivan, Angela Lucille Wamsley, e seu marido Mark Alan Barnes, moraram.

Os novos moradores do trailer – que eram cuidadores do pato – perseguiram o animal de estimação, que parecia correr muito determinado -, e acabaram encontrando os restos mortais de Sullivan. “Se eu pudesse dar uma medalha a esse pato, eu daria”, disse Mark Walker, sargento do escritório do xerife de Buncombe, na Carolina do Norte.

Pato de estimação ajuda polícia dos EUA a resolver desaparecimento misterioso
Mark Barnes e Angela Wamsley. | Buncombe County Sheriff’s Office

Uma autópsia, realizada logo depois da descoberta, confirmou a identidade de Sullivan. No entanto, os investigadores não divulgaram a causa da morte.

Sullivan foi declarada desaparecida em 2020, e a polícia suspeitava que ela havia morrido nas mãos de Wamsley e Barnes, com quem morava. O casal chegou a ser preso em dezembro de 2020 e acusado de ocultar o corpo, além de uma longa lista de outros crimes.

“Tornou-se evidente quase imediatamente que a senhorita Sullivan havia desaparecido sob o que pode ser considerado circunstâncias suspeitas”, disse Walker à imprensa. Segundo alguns vizinhos, Sullivan podia estar desaparecida há ainda mais tempo, já que parecia sofrer nas mãos de Wamsley e Barnes.

Os vizinhos dizem que ela era uma velhinha gentil e amável, que gostava de ajudar a vizinhança e costumava até mesmo costurar roupas para os amigos.

Pato de estimação ajuda polícia dos EUA a resolver desaparecimento misterioso
WLOS Staff

Belinda Moody, uma das vizinhas da senhora, disse que Sullivan chegou a ir ao hospital e depois a uma casa de repouso, antes de voltar para a casa onde morava. Mas depois disso, ninguém mais a viu.

Enquanto isso, segundo a polícia, Wamsley e Barnes continuaram a receber a Previdência Social e os benefícios de aposentadoria da idosa. “Eu me perguntava muito sobre o que havia acontecido com ela. Isso me incomoda demais”, disse Moody à imprensa. “Mark e Agie saíam frequentemente durante a noite, e deixavam a avó sozinha, sem comida. Às vezes, nós levávamos alguma comida para ela”.

Graças ao pato de estimação e à sua curiosidade, o desaparecimento de Sullivan foi finalmente resolvido. Além de ocultar sua morte, Wamsley e Barnes enfrentam uma série de outras acusações, incluindo crueldade animal, abandono de animais, posse de uma substância controlada. Além disso, a dupla já havia sido acusada de posse de drogas e tráfico de heroína.

É um fim estranho e trágico para um caso de desaparecimento que intrigou a polícia durante um bom tempo. Mas agora que os restos mortais de Sullivan foram encontrados, os investigadores estão determinados a fazer o que puderem para que a justiça seja feita.

você pode gostar também