Passageiro a bordo de avião que sofreu turbulência severa deixando um morto fala sobre a ‘lição’ do incidente fatal

por Lucas Rabello
0 comentário 1,9K visualizações

Um passageiro a bordo do voo da Singapore Airlines que enfrentou turbulência severa, resultando na morte de um passageiro, descreveu a terrível experiência. O Boeing 777-300ER, viajando de Londres para Singapura, foi desviado para o Aeroporto Suvarnabhumi em Bangkok, Tailândia, após encontrar turbulência que fez a aeronave cair 1.830 metros em três minutos. O incidente levou à morte de um passageiro britânico de 73 anos e deixou cerca de 30 outros em estado crítico.

Após o ocorrido, os passageiros compartilharam seus relatos em primeira mão online e com veículos de notícias. Andrew Davies, um passageiro de Londres, relatou sua experiência à BBC News, descrevendo a situação como “surreal”.

“Eu estava coberto de café”, disse Davies ao 5 Live. “Durante os poucos segundos de queda do avião, houve um grito terrível e um som que parecia um baque.” Ele detalhou o momento imediato após a queda, notando que os passageiros estavam prestando primeiros socorros uns aos outros, e alguém chamou por um desfibrilador. “Muitas pessoas feridas – lacerações na cabeça, ouvidos sangrando”, disse ele. Davies também mencionou ver uma mulher com dores intensas devido a uma lesão nas costas. “Uma senhora estava gritando de dor com um problema nas costas. Eu não pude ajudá-la – apenas consegui levar água para ela. Muitas pessoas feridas – incluindo os comissários de bordo que foram estoicos e fizeram tudo o que podiam. Eu gostaria de ter ajudado mais.”

Passageiro a bordo de avião que sofreu turbulência severa deixando um morto fala sobre a 'lição' do incidente fatal 2

Davies conversou com um membro da tripulação da Singapore Airlines que comentou que foi sua “pior” experiência em 30 anos de voo. Apesar da situação, Davies afirmou que isso não o desencorajou de voar, considerando o evento como raro. “Eu vou pegar outro voo, esses são eventos muito raros”, disse ele, complementando que não teve ferimentos porque estava usando o cinto de segurança, uma lição que todos deveriam cumprir.

A turbulência ocorreu por volta das 15h45, horário local (09h45, horário do Reino Unido), enquanto o avião estava voando a cerca de 11.280 metros. Após o acidente, o chefe do aeroporto, Kittipong Kittikachorn, confirmou a morte do cidadão britânico de 73 anos, que tinha uma condição cardíaca. “Confirmo que o número de mortos é de uma pessoa… soubemos que ele tinha um problema cardíaco”, declarou Kittikachorn. “A morte agora será sujeita a uma autópsia, mas achamos que pode ter sido causada por um ataque cardíaco. O falecido era um cidadão britânico, de 73 anos. A polícia assumiu o caso e o corpo será enviado para o departamento de autópsia, então eles entrarão em contato com a embaixada.”

Kittikachorn acrescentou que sete pessoas permanecem em estado crítico e 23 passageiros estão sendo tratados por ferimentos menos graves.

Inscreva-se no canal Mistérios do Mundo no YouTube

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados