Pessoas pagam para ver essas ‘mulheres girafas’. Saiba por quê

As mulheres Padaung, também conhecidas como ‘mulheres de pescoço de girafas’, fazem parte da tribo Kayan, uma das minorias étnicas na Birmânia. A tribo é composta por cerca de 7.000 membros e as mulheres são caracterizadas por usar anéis em seus pescoços. Os anéis são colocados em seus pescoços aos 5 anos e à medida que crescem mais são adicionados. Eles comprimem o tórax e fazem que a clavícula mude de posição, criando a ilusão de pescoço muito longo. Desnecessário dizer que isso é muito prejudicial para a saúde.

A origem do costume é um mistério. Várias teorias têm tentado explicar essa prática: alguns dizem que faziam as mulheres mais atraentes para os comerciantes de escravos e outros dizem que era uma maneira de proteger suas gargantas de ataques de leões. No entanto, não há nenhuma evidência para nenhuma dessas teorias.

A única explicação que a tribo dá é que um pescoço longo é considerado um símbolo inegável de beleza.

Durante a década de 1930, mulheres com pescoços longos tornaram-se muito populares na Europa, especialmente no Reino Unido. Elas eram a principal atração de diferentes feiras e circos. As pessoas pagavam para vê-las pelo simples fato de que elas eram uma atração exótica. Embora faz quase 90 anos que a tradição exista, elas ainda usam esses anéis, e turistas ocidentais estão ainda interessados em ver as mulheres com pescoços longos.

Embora muitas mulheres se recusam a continuar a tradição de sua tribo em uma tentativa de se integrar na sociedade tailandesa moderna, muitas ainda escolhem seguir a tradição devido à pobreza em que vivem e à grande quantidade de dinheiro que os turistas ocidentais são capazes de pagar apenas para vê-las.

Padaung

O que você acha dessa prática? Você acha que isso deve acabar? Conte-nos!

Comentários
Carregando...