Aqueles que se recuperam do coronavírus podem perder até 30% da função pulmonar, dizem médicos

De acordo com um relatório publicado por médicos de Hong Kong, o novo coronavírus pode reduzir a função dos pulmões de pessoas infectadas mesmo depois da recuperação da doença.

A pesquisa, feita por especialistas do Hong Kong Hospital Authority, analisou a primeira onda de pacientes com Covid-19 que foram liberados do hospital. O grupo contava com 12 pessoas, que foram liberadas do hospital após se curarem completamente dos sintomas da doença. Destes, três apresentaram problemas nos pulmões após a alta hospitalar.

Segundo os médicos, os pacientes apresentavam falta de ar ao apressar o passo durante suas caminhadas. “Alguns pacientes ainda apresentaram de 20 a 30% de perda na função dos pulmões após a recuperação total da doença”, complementaram os autores.

Shutterstock

Owen Tsang Tak-yin, diretor médico do Centro de Doenças Infecciosas do hospital responsável pelo estudo, e um dos autores da pesquisa, afirma que a capacidade pulmonar pode ser aprimorada com a prática de exercícios cardiovasculares, como a natação.

O mesmo estudo apontou que nove pacientes apresentaram “padrões semelhantes a um vidro fosco no pulmão, sugerindo danos nos órgãos”, de acordo com Tsang. Este padrão já havia sido encontrado em exames de Raio-X realizados em outros pacientes, conforme publicado pelo Business Insider ainda em 14 de fevereiro.

Até as 22h30 (de Brasília) deste dia 13 de março de 2020, haviam sido confirmados 144.890 casos da Covid-19 em todo o mundo, com 5.401 mortes e 70.252 pessoas recuperadas. No Brasil, até esse mesmo horário, eram 151 casos confirmados, todos ainda ativos. Apesar do país ainda não ter confirmado mortes, vizinhos como a Argentina e a Guiana já contavam três mortos até o mesmo período.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.