Os pais de Madeleine McCann publicam atualização perturbadora para o 17º aniversário de seu desaparecimento

por Lucas Rabello
0 comentário 645 visualizações

Os pais de Madeleine McCann, Kate e Gerry, emitiram uma atualização comovente no 17º aniversário de seu desaparecimento, compartilhando seu descrença e tristeza contínuas. “São 17 anos desde que Madeleine foi tirada de nós. É difícil até dizer esse número sem balançar a cabeça em descrença”, afirmaram em uma publicação nas redes sociais. Eles expressaram gratidão pelo apoio contínuo que fortalece a sua força, apesar do perturbador ‘viver no limbo’ e a dolorosa ausência de sua filha.

Madeleine tinha apenas três anos quando desapareceu durante uma viagem de férias em família na Praia da Luz, Lagos, Portugal. Sua história despertou atenção global, gerando vários documentários e campanhas internacionais com o objetivo de encontrá-la. Alguns adolescentes, tocados por sua história, chegaram a se apresentar acreditando que poderiam ser a menina desaparecida.

Financeiramente, a busca por Madeleine continua a receber forte apoio. O Ministério do Interior do Reino Unido recentemente alocou até £192.000 adicionais para a investigação da Scotland Yard. Até agora, mais de £13 milhões foram investidos na busca para descobrir o que aconteceu com Madeleine, que agora teria 20 anos.

Na frente da investigação, desenvolvimentos recentes revitalizaram a busca em andamento. O Detetive Con Mark Draycott compartilhou insights sobre um avanço significativo durante o julgamento do pedófilo condenado Christian Brueckner, que foi nomeado o principal suspeito no desaparecimento de Madeleine em 2020, embora ele negue qualquer envolvimento. O avanço veio de uma mensagem de voz deixada na secretária eletrônica da Scotland Yard por Helge Busching, um ex-amigo de Brueckner.

Em 2017, Busching deixou uma mensagem solicitando falar com David Edgar, um investigador privado envolvido no caso. Ele forneceu um número de celular grego e se identificou como Lars. Draycott relatou, “Eu então liguei para este número de celular grego e falei com um homem que agora sei ser Helge Lars Busching. Ele se referiu a si mesmo como Lars e deu informações relacionadas à investigação de Madeleine McCann.”

Essas revelações fazem parte dos esforços contínuos sob a Operação Grange, a investigação oficial sobre o desaparecimento de Madeleine, que permitiu a entrada do público através de um número de telefone divulgado globalmente. O papel de Draycott incluiu monitorar essas dicas recebidas, um processo que levou a essa pista potencialmente revolucionária.

Enquanto os McCann marcavam mais um ano sem Madeleine, eles enfatizaram a importância de lembrar dela e de todas as crianças desaparecidas. “Seu apoio continua a nos encorajar e fortalece nossa força para continuar. Sabemos que o amor e a esperança por Madeleine e a vontade de encontrá-la, mesmo após tantos anos, permanecem, e somos verdadeiramente gratos por isso. Obrigado novamente por lembrar de Madeleine e de todas as crianças desaparecidas”, concluíram em sua publicação.

Este caso permanece um ponto focal de interesse internacional, destacando a mistura de apoio comunitário e técnicas investigativas sofisticadas que alimentam a busca contínua por Madeleine McCann.

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados