'Iceberg' - A única orca adulta totalmente branca já avistada até hoje. | Ferop, via Facebook.

Orcas albinas extremamente são vistas na costa da Rússia

As orcas, animais coloquialmente conhecidos como “baleias assassinas”, são criaturas que espalham o medo pelos oceanos. E nos últimos seis anos, várias orcas brancas foram vistas nas águas das Ilhas Curilhas, na Rússia. A coloração chama atenção, pois normalmente o corpo destes animais ostenta listras brancas e pretas ao mesmo tempo. Agora, a única orca adulta totalmente branca a ser vista – apelidada de ‘Iceberg’ – foi avistada outra vez na mesma região, junto com pelo menos quatro outras mais jovens.

A baleia, que tem aproximadamente 20 anos de idade, faz parte de um grupo de orcas brancas extremamente raras. Só para se ter ideia, apenas uma em cada 10 mil orcas é completamente branca. Felizmente, observadores atentos vêm rastreando este animal raríssimo há algum tempo.

O lado ruim é que essa aparência pode não ser uma boa notícia. Se essas orcas realmente são albinas, isso pode significar que elas também têm problemas na habilidade de absorver o calor, além de terem maior dificuldade na hora de se camuflar dos predadores. O albinismo também afeta a sensibilidade à luz solar e até mesmo habilidades comunicativas e visuais.

De acordo com Erich Hoyt, membro do ‘Far East Russia Orca Project (FEROP), e membro de um grupo especializado em cetáceos na União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN), há sinais de que as baleias estão incorrendo em endogamia – o que significa que podem estar acasalando com indivíduos aparentados, com consanguinidade. E aparentemente isso pode ter a ver com a influência humana.

‘Iceberg’ – A única orca adulta totalmente branca já avistada até hoje. | Ferop, via Facebook.

“Se algumas fêmeas são capturadas e levadas para aquários, ou até mesmo mortas, você pode realmente colocar uma unidade de reprodução em risco”, disse Hoyt, citando o fato de que os cetáceos podem estar com poucas opções além da endogamia para se reproduzir em algumas regiões.

Algo que também pode causar a tonalidade branca é a condição chamada de “síndrome de Chediak-Higashi”, um distúrbio genético que causa albinismo, juntamente com uma maior vulnerabilidade a infecções respiratórios e distúrbios do sistema nervoso.

Chimo, uma orca branca cativa que tinha esse problema, morreu com apenas quatro anos, mesmo sendo cuidada por especialistas. E segundo os pesquisadores é possível que ‘Iceberg’ também tenha o mesmo problema, e isso pode ser algo transmitido de geração em geração por meio da endogamia. No entanto, o fato da orca ter 22 anos de idade é um sinal de que é possível sobreviver com esta condição até a maturidade.

Iceberg ao lado de uma orca comum. | Ferop, via Facebook.

Atualmente, existem cerca de 50 mil orcas na natureza, e 56 em cativeiro. Elas podem viver por cerca de 60 anos em seus habitats naturais, mas raramente passam dos 12 quando são mantidas em cativeiro. Essas criaturas super inteligentes são vitais para os ecossistemas marinhos, e é por isso que esforços de conservação estão em pleno andamento no mundo inteiro.

buy metformin metformin online