Pular para o conteúdo
Olhos amarelos fazem mulher descobrir que tinha câncer terminal

Olhos amarelos fazem mulher descobrir que tinha câncer terminal

Um relatório publicado no Cureus Journal of Medical Science em 13 de dezembro descreveu o caso de uma mulher de 52 anos que foi diagnosticada com uma forma avançada de câncer de estômago que acabou levando à sua morte.

A mulher vinha sentindo dor de estômago há três semanas e notou que o branco de seus olhos estava amarelado. Ela também estava vomitando, havia perdido peso, não tinha apetite e estava se sentindo mais cansada do que o normal.

Após um exame mais aprofundado, os médicos determinaram que a mulher tinha um tipo de câncer de estômago chamado adenocarcinoma gástrico, que havia crescido tanto que bloqueava a passagem dos sucos digestivos entre o estômago e o intestino delgado. Esse bloqueio causou o acúmulo de uma substância amarelada chamada bilirrubina, que deixou os olhos da mulher amarelos.

Embora o amarelecimento dos olhos possa ser um sintoma de câncer de estômago avançado, também é um sintoma de outras condições, como cálculos biliares e pâncreas inflamado.

De acordo com o National Cancer Institute, o amarelecimento dos olhos e da pele pode ser um sinal de câncer de estômago avançado, que também pode causar sangue nas fezes, perda de peso inexplicada, vômitos e dificuldade para engolir. Os primeiros sintomas da doença podem incluir inchaço após comer, azia e perda de apetite.

O câncer de estômago representa aproximadamente 1,5% de todos os novos diagnósticos de câncer nos Estados Unidos a cada ano, e é mais comum em homens do que em mulheres. Em média, as pessoas são diagnosticadas com câncer de estômago aos 68 anos.

No caso da mulher descrita no relatório, o câncer se espalhou para o intestino e não pôde ser removido por meio de cirurgia. Os médicos realizaram uma cirurgia paliativa para aliviar os sintomas, mas não para curar a doença.

Após a operação, a mulher recebeu alta do hospital e recusou tratamento adicional com quimioterapia. Ela morreu dois meses depois.

Estima-se que 26.380 novos casos de câncer de estômago serão diagnosticados em 2022 e que aproximadamente 11.090 pessoas morrerão por causa disso.