fbpx

O que é essa sensação de “facada no peito” que muitos de nós sentimos?

Dores no peito: a primeira coisa em que nos preocupamos é a possibilidade de um ataque cardíaco, correto? Certamente dores no peito não são brincadeira e não devem ser ignoradas. Mas a questão é que há diversas causas e algumas delas, como você verá a seguir, podem não ser prejudiciais.

Se você já experimentou uma dor aguda e repentina no peito, pode ter sido uma condição chamada síndrome de captura precordial (PCS). A boa notícia é que, ao contrário de um ataque cardíaco, não é prejudicial ou até mesmo fatal.

© Pixabay

Ao contrário de um ataque cardíaco, a dor não irradia ou “se espalha” para outras áreas do corpo. E, novamente diferente de um ataque cardíaco, o PCS não causará outros sintomas como embriaguez ou vômito, por exemplo. Em vez disso, a dor é localizada em uma área na frente ou na lateral do tórax, geralmente não maior que um a dois dedos de largura. Daí o nome “precordial”, que significa “na frente do coração”.

A respiração pode tornar a dor mais intensa e algumas pessoas descobrem que respirações rápidas e não profundas podem ajudar a atenuar os sintomas. Outros dizem que uma inspiração profunda pode provocar uma sensação de “estalo” que resolve a questão, “consertando” as coisas.

© Pixabay

O PCS desaparece tão rápida e repentinamente quanto surge, com sessões que geralmente duram entre 30 segundos e três minutos. Não há outros sintomas e não há sinais duradouros. Mas, embora seja muito, muito raramente prejudicial e desapareça espontaneamente, pode provocar ansiedade e a respiração superficial e repetitiva pode fazer com que a pessoa se sinta tonta.

A sensação, também chamada de Torção de Texidor, pode (erroneamente) ser confundida com um ataque cardíaco, mas é, na verdade, uma condição extremamente comum que tende a ocorrer durante a adolescência e início da idade adulta. Também foi relatado em crianças a partir dos seis anos e adultos mais velhos.

Mas o que exatamente causa a dor? A verdade é que não sabemos exatamente o que desencadeia um ataque, mas a maioria dos especialistas acredita que a dor é causada pela irritação ou compressão dos nervos no revestimento interno da cavidade torácica (a pleura). Não é, no entanto, causado por danos no coração ou nos pulmões.

© Unsplash

Embora não tenha gravidade, desde que não exista uma condição cardíaca subjacente (algo que um profissional de saúde deve ser capaz de identificar), pode ser extremamente desconfortável. De forma frustrante, não há uma cura garantida ou um tratamento ainda, mas há certas situações que podem provocar um ataque – e que podem ser evitadas. A PCS geralmente ocorre em repouso (nunca durante o sono) e, muitas vezes, quando a pessoa está relaxada ou muda de postura abruptamente. Assim, o risco de um ataque pode ser reduzido, pelo menos um pouco, ao sentar com postura reta.

Felizmente, assim como a acne na adolescência, é algo que a maioria das pessoas começa a sentir cada vez menos. Os episódios são menos frequentes à medida que você envelhece e geralmente param completamente no momento em que chegamos no início até meados dos vinte anos.

Ajude a manter o projeto Mistérios do Mundo no ar

Inscreva-se no canal do YouTube do Mistérios do Mundo

Terra plana: E se o terraplanistas estivessem certos?

E no canal de nosso parceiro Climatologia Geográfica

E se um magnetar chegasse perto da Terra?

você pode gostar também
1 comentário
  1. Izaias Diz

    Isso acontece comigo frequentemente. Fui ao médico do convênio e ele me encaminhou para fazer uma bateria de exames em uma clínica especializada e posteriormente entregar os resultados para ele. Fiz os exames mas não retornei para entregar os exames. Enfim, quando sinto essa dor eu simplesmente foi uns murros no peito com certa força e a dor cessa imediatamente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.