O governo dos Estados Unidos tem de fato investigado OVNIs secretamente

No sábado, uma novidade veia para atrair o teórico da conspiração em você. O governo dos EUA realmente investigou objetos voadores não identificados (OVNIs) – ou fenômenos aéreos inexplicados (UAPs) – e eles estão fazendo tudo em segredo.

Isto de acordo com relatórios do The New York Times e POLITICO, que revelam detalhes de um projeto de cinco anos de duração, bastante ambiguamente chamado de Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais. O programa, apoiado e financiado pelo senador democrata e ex-líder da maioria do Senado, Harry Reid, recebeu 22 milhões de dólares entre 2008 e 2011 – uma pequena fração do orçamento anual do Departamento de Defesa (US $ 600 bilhões).

A maioria dos 22 milhões foi para a Bigelow Aerospace, uma startup de tecnologia espacial de Las Vegas e de propriedade de Bob Bigelow. A empresa renovou edifícios em Sin City para armazenar materiais que foram “recuperados” de UFOs. Enquanto isso, pesquisadores examinaram civis e militares que alegavam ter visto e interagido com misteriosos fenômenos aéreos para detectar sinais de mudanças fisiológicas.

O programa também acumulou gravações de vídeo e áudio de UFOs potenciais, incluindo um de uma aeronave da Marinha cercada por uma luz incandescente. No clipe, um piloto pode ser ouvido dizendo: “há toda uma frota deles”.

Apesar dos esforços para manter o trabalho silencioso e o financiamento em segredo, Reid orgulha-se do programa. “Eu acho que é uma das coisas boas que fiz no meu serviço do Congresso. Eu fiz algo que ninguém já fez antes “, disse ele ao  The New York Times.

A história oficial é que os esforços se mostraram infrutíferos e o programa foi encerrado em 2012. “Foi determinado que havia outras questões de maior prioridade que mereciam financiamento, e era do melhor interesse do DoD em fazer uma mudança”, acrescentou. Thomas Crosson, porta-voz do Pentágono.

Outro membro da equipe disse à POLITICO: “Depois de um tempo, o consenso foi que realmente não conseguimos encontrar nada substancial.

“Eles produziram resmas de papelada. Depois de tudo isso, não havia realmente nada lá que pudéssemos encontrar.

“Não havia realmente nada lá que pudéssemos justificar o uso de dinheiro do contribuinte”.

Mas de acordo com outras fontes – incluindo Luis Elizondo, que dirigiu o programa antes de renunciar no início deste ano – o projeto ainda está em andamento. Elizondo disse ao New York Times que o programa já não recebe financiamento do Pentágono, mas a equipe continua a investigar os relatórios dos OVNIs em conjunto com os outros deveres de seus departamentos.

Então, o que devemos fazer com tudo isso?

“Há uma abundância de eventos prosaicos e traços perceptivos humanos que podem explicar essas histórias”, disse o ex-engenheiro espacial da NASA, James E. Oberg. “Muitas pessoas estão ativas e não querem que os outros saibam sobre isso”.

No entanto, ele acrescentou: “pode ​​haver uma pérola por aí”. [IFLScience]

Comentários
Carregando...