O dia em que choveu pedaços de carne nos Estados Unidos – e as pessoas comeram

No dia 3 de março de 1876, o estado do Kentucky protagonizou uma cena bizarra que acabou entrando para a história dos Estados Unidos. Naquele dia, na região de Olympian Springs, uma substância que se parecia com carne caiu do céu como se fosse chuva, causando uma verdadeira confusão.

A “chuva de carne” ocorreu nas proximidades da casa de uma senhora chamada Allen Crouch, conforme informou o New York Times. A idosa, que estava fazendo sabão no seu quintal, contou aos jornais da época que a substância caiu como se fosse neve, com a diferença de que se parecia muito com carne de vaca.

No dia seguinte, um homem chamado Harrison Gill visitou o local, encontrando partículas do que parecia ser carne fresca grudadas nas cercas e espalhadas por todo o chão, com alguns pedaços relativamente grandes.

A história já é bizarra o suficiente até aqui, mas ela fica ainda pior quando levamos em consideração que, segundo o New York Times, dois homens chegaram a provar a “carne” que caiu dos céus. E de acordo com eles, “definitivamente era carne de carneiro ou veado”.

Talvez você possa estar pensando que o fenômeno pode ter sido causado por um tornado, que lançou restos mortais de várias criaturas pelos céus. Mas os céus estavam limpos naquele dia, e não houve relatos de tempestades nos arredores. ´

Então o que aconteceu no Kentucky naquele fatídico 3 de março?

Representação da “chuva de carne” do Kentucky. | ©2017, publicado pela Ten Speed Press. Ilustração feita por James Fosdike.

A carne foi enviada para uma análise minuciosa, sob os cuidados do Dr. A. Mead Edwards, que chegou à conclusão de que a substância era, na verdade, tecido pulmonar de um cavalo, ou então carne de um bebê humano.

A primeira hipótese parece ter sido mais aceita, já que outro pesquisadores, na época, concordaram que se tratava de tecido pulmonar. Outros cientistas disseram que não poderia se descartar a possibilidade do material consistir em cartilagem e tecidos musculares. Mas a grande questão não é se a substância era, de fato, carne ou não. E sim, o que aconteceu para que ela literalmente caísse do céu.

E de acordo com a explicação mais aceita (que também é uma das únicas explicações possíveis) a carne só pode ter sido regurgitada por alguma ave de rapina ou por um abutre.

É muito comum que essas aves não consigam dar conta do peso das criaturas que caçam, ou então das carcaças que saqueiam. Por isso, pode acontecer de pequenos pedaços de carne serem regurgitados ou cuspidos por essas criaturas enquanto elas voam de um ponto para outro. O mais bizarro e nojento de tudo isso é que, no caso relatado, alguém aparentemente teve o infortúnio de experimentar o vômito de um abutre.


Com informações do IFLScience.

você pode gostar também
buy metformin metformin online