O caso da jovem de 23 anos que morreu por eutanásia na Bélgica

Shanti De Corte teve depressão e outras consequências de um ataque terrorista ao qual sobreviveu.

Shanti De Corte tinha 23 anos e havia passado por vários episódios traumáticos ao longo de sua vida. Ela havia sido diagnosticada com depressão severa e transtorno de estresse pós-traumático após sobreviver aos ataques terroristas em Bruxelas, na Bélgica, em março de 2016. Após vários anos de sofrimento mental irreparável, Shanti tomou a decisão de solicitar a eutanásia, que é legal no país.

O caso foi polêmico por ser um dos primeiros da história em que o suicídio assistido é concedido a uma pessoa tão jovem, com depressão mas sem nenhum tipo de patologia física.

Shanti De Corte

Shanti De Corte estava presente quando um ataque do grupo terrorista ISIS matou 32 pessoas em 22 de março de 2016, no aeroporto de Zaventem. Ela tinha 17 anos e conseguiu escapar das explosões causadas pelos jihadistas, mas a partir de então teve problemas de saúde mental: teve constantes ataques de pânico e episódios depressivos como resultado do episódio traumático que viveu.

A jovem foi internada em um hospital psiquiátrico em Antuérpia, onde recebeu tratamento com terapia e até 11 antidepressivos diferentes todos os dias. Conforme explicou sua mãe, os ataques a marcaram e a levaram ao pânico de sair, entre outras pessoas. Ela tentou se matar duas vezes, em 2018 e 2020.

“Foi uma batalha que eu não conseguiu vencer”, disse. “Eu estava tão restrita pelo medo que não conseguia mais fazer o que queria. Vivia em constante medo e havia perdido completamente a sensação de segurança. Sempre que saía, ela vivia em alerta: ‘Estou em perigo? Será que algo pode acontecer comigo?”

“Depois de uma séria tentativa de suicídio, Shanti foi parar no pronto-socorro”, lembra a mãe. “Foi a primeira vez que ela me perguntou: ‘Por que não posso morrer?’” Sua família teve que tomar a difícil decisão de apoiá-la: “Você sempre espera que dê certo, mas ao mesmo tempo senti desde o início que era isso que ela realmente queria. Percebi que Shanti teria que passar seus últimos anos sobrevivendo e que não era possível para ela continuar assim.

Finalmente, Shanti solicitou a eutanásia. Em seu país natal, essa forma de morrer é legal em casos de sofrimento físico ou mental que não pode ser aliviado de outra forma e que tenha sido desencadeado por um acidente ou outro evento traumático. A jovem morreu acompanhada dos pais.

buy metformin metformin online