O campo magnético da Terra está passando por mudanças ‘estranhas’ e ninguém sabe o motivo

Dr. Gray. Glatzmaier/Los Alamos National Laboratory | US DEPARTMENT OF ENERGY.

O campo magnético da Terra está passando por uma série de alterações estranhas, ainda não totalmente compreendidas pelos cientistas. Nos últimos anos, o movimento do Polo Norte vem se tornando mais intenso. Por razões que ainda não são conhecidas, o Polo Norte Magnético parece estar se afastando do Canadá, na direção da Sibéria, em uma taxa instável. As informações são do IFLScience e da Nature.

“A localização do pólo norte magnético parece ser governada por duas grandes áreas de campo magnético, uma abaixo do Canadá e outra abaixo da Sibéria”, disse Phil Livermore, um geomagnetista da Universidade de Leeds, no Reino Unido, na última edição reunião da American Geophysical Union, de acordo com a Nature. “A área da Sibéria parece estar vencendo a competição”.

O campo magnético da Terra é mapeado a cada cinco anos pela Administração Atmosférica e Oceânica Nacional dos EUA, e a última edição deste estudo foi publicada em 2015, com a próxima já planejada para 2020. No entanto, estas mudanças inesperadas fizeram com que os cientistas antecipassem a revisão destes mapas. Previsto anteriormente para o dia 15 de janeiro, um novo estudo sobre o tema deverá sair apenas depois do dia 30 de janeiro.

O campo magnético da Terra é criado pelo ferro derretido que se movimenta no núcleo do nosso planeta. A situação atual é bastante caótica, e acaba resultando em um padrão complexo de magnetismo, que não facilita as modelagens por computador e as previsões. Acredita-se, ainda, que um pulso geomagnético extremamente forte observado na América do Sul em 2016 tenha contribuído para estas alterações que estão sendo observadas.

Talvez você se pergunte em que isso implica. Bem, o campo magnético é crucial para diversas formas de navegação – desde o uso das bússolas até tecnologias mais modernas. É pouco provável que essas alterações alterem imediatamente a forma como usamos nossas tecnologias de navegação, mas é certamente algo com que os cientistas devem se preocupar no longo prazo. Por isso a atenção.

Não é nenhuma novidade, no entanto, que a Terra passe por alterações monstruosas no campo magnético. Os cientistas já sabem que a Terra pode passar por um fenômeno chamado “reversão geomagnética”, onde os polos literalmente trocam de lado. A última vez que isso aconteceu foi há 781 mil anos, mas acredita-se que o fenômeno tenha ocorrido uma vez a cada 300 mil anos nos últimos 20 milhões de anos (ressalvadas algumas exceções).

via IFLScience.

Comentários
Carregando...