Notícias e artigos sobre ciência, incluindo espaço, biologia, arqueologia, e muito mais.

Alteram raposas geneticamente para vender mais pele. As transformam em monstros!

Toda essa quantidade de gordura as deixam cegas, e as assassinam um ano depois da maneira mais brutal possível.

As imagens que se veem hoje em dia nas “fazendas de pele” da Finlândia parecem ter sido tiradas de um filme de terror. “Alguns cientistas estão alterando animais geneticamente para fazê-los crescer mais, transformando-os, assim, em verdadeiros monstros. O que vamos te contar a seguir parece um script perfeito de filme de terror… É doloroso e lamentável que existam seres humanos capazes de fazer coisas como essa…

Oikeutta eläimille

O post da sueca Aftonbladet revelou as fotos impactantes que mostram essas “raposas monstruosas”, como eles mesmos as chamaram. A indústria de peles da Finlândia está fazendo isso com o único intuito de conseguir mais pele, e assim, mais dinheiro.

Oikeutta eläimille

Eles não só vivem em jaulas minúsculas… agora também sofrem de problemas nos pés, pois não conseguem suportar seu próprio peso. Entender o nível extremo ao que chegaram é fácil: uma raposa-do-ártico pesa entre 3 e 4 quilos em seu habitat natural. Essas pesam mais de 20.

Além disso, elas não desenvolvem apenas problemas de movimentação, se não que também de visão. O excesso de gordura acaba cegando-as.

Oikeutta eläimille

E assim sofrem durante um ano. Depois as sacrificam, simples assim. “Não são mais úteis que isso”. A terrível realidade termina de uma maneira terrível: as eletrocutam pela boca e pelo ânus, para assim não causar dano à pele, que logo é vendida a marcas como Louis Vuitton, Gucci e Michael Kors.

Oikeutta eläimille

Cada palavra que descreve a vida desses animais é totalmente fria e arrepiante. Por isso não fazemos mais que repudiar as ações dessas pessoas que de “humanas” não têm nada… e esperamos que ante estas denúncias comecem a fazer algo a respeito, naquele país e no mundo todo.

Comentários
Carregando...