5 crianças que foram totalmente criadas por animais

5 crianças que foram totalmente criadas por animais

Criar bem uma criança é primordial para que a mesma possa fazer boas escolhas no futuro, desempenhando bem o seu papel como cidadão e, na medida de suas habilidades, fazendo do mundo um lugar melhor para se viver.

Porém, nem tudo é perfeito e, mesmo que saibamos de histórias de pessoas que receberam uma criação não convencional, você irá se surpreender com os seres humanos aqui presentes.

Na falta da mãe biológica, essas 5 crianças foram verdadeiramente criadas por animais. Veja só suas histórias:

5 – Marina Chapman

Aos 5 anos de idade Marina foi sequestrada e largada em uma floresta. Lá ela foi acolhida por macacos, que cuidaram dela e auxiliariam a criança a sobreviver.  Anos depois, ela foi encontrada por caçadores que circundavam a floresta e, infelizmente, foi vendida para um  bordel na cidade de Cucuta.

Marina conseguiu fugir de seu trágico destino, até ser adotada por uma família colombiana. Hoje ela tem uma filha e inclusive tem livros e documentários a seu respeito.

4 – Vanya Yudin

Vanya Yudin teve uma infância um tanto trágica: ele foi criado como um pássaro, inclusive comendo as mesmas coisas que os animais comiam, sendo literalmente tratado como um pássaro de estimação.

A criança viveu em um pequeno apartamento com dois quartos com centenas de pássaros, não sendo ensinado a falar e sim comunicando-se como um pássaro.  Ao ser encontrado pelas autoridades a mãe do garoto assinou um documento o rejeitando e passando sua guarda adiante.

3 – Marcos Rodriguez Pantoja

Marcos é conhecido como o “homem lobo” porque morou com eles dos 7 a 19 anos.  Tudo aconteceu porque Marcos tinha um pai que o vendeu a um homem que aparentemente teria condições de cuidar do garoto, porém o mesmo homem o vendeu para um criador de cabras.

O local onde Marcos viveu era totalmente isolado e o homem, nos primeiros anos de vida, tinha ensinado o garoto a viver no meio selvagem. Ele era acostumado a brincar com lobos e, após o falecimento do cuidador, Marcos acabou entrando para a matilha quando a mãe lobo o lambeu marcando-o como seu filho.  Por essa razão ele ficou na companhia dos animais até os 19 anos e consegue imitar as chamadas de vários outros bichos para atrair comida para a matilha. Mesmo depois de ser encontrado, o homem afirma que prefere a vida selvagem: “Se você tem fome ou frio, você vai atrás de suas coisas, a vida selvagem é bem simples… agora a vida de vocês é muito complicada… se você não tem dinheiro, você não é nada”.

2 – John Ssebunya

Nascido em Uganda, John foi criado por macacos. Sua mãe foi assassinada quando ele tinha apenas dois anos de idade, sendo que John fugiu cambaleando e refugiou-se em uma floresta.

Lá ele foi adotado por uma família de macacos, fazendo parte da mesma por três anos. A família o ensinou a sobreviver, inclusive quando uma tribo o encontrou, os macacos o protegeram atirando várias pedras.

Mesmo depois de ter sido retirado de sua família de macacos,  John se recusou a se juntar a sociedade, afirmando que a selva era eu único lar.

1 – Oxana Malaya

Abandonada pelos pais alcoólatras aos 3 anos de idade, Oxana acabou indo parar em um galpão cheio de cachorros. Os animais traziam comida e ela comia o que sobrava de suas caçadas.

Com o tempo, Oxana fez parte da matilha e, cinco anos mais tarde, acabou sendo descoberta por policiais. Ela não conseguia falar nenhuma palavra e se comportava como um cão.

Hoje, aos 34 anos de idade, Oxana mantém um comportamento de uma criança de apenas 6 anos, juntamente com hábitos caninos.

[ZME Science]

Comentários
Carregando...