Mulher tem os rins roubados em hospital. Ela agora exige os órgãos de médico que fez a cirurgia

Sunita Devi teve seus rins removidos ilegalmente, e agora ela exige que os órgãos do médico envolvido sejam transplantados para ela, de acordo com o India Times.

A mulher de 38 anos visitou um hospital na vila de Bariyarpur, no distrito de Muzaffarpur, para remover cirurgicamente seu útero em 3 de setembro.

Mas, em vez disso, ambos os rins foram removidos pelo médico sem qualquer aprovação ou informação para seus parentes ou ela.

O roubo chocante do rim veio à tona depois que a condição de Devi piorou após a cirurgia, e ela foi levada às pressas para o Sri Krishna Medical College and Hospital (SKMCH) em Muzaffarpur.

Lá, para o choque dos familiares, os médicos disseram que os rins de Devi estavam faltando e que ela não conseguiria sobreviver sem eles. Desde então, Devi tem sobrevivido com diálise regular no SKMCH.

“Os médicos do SKMCH encaminharam Sunita para o Instituto Indira Gandhi de Ciências Médicas, Patna, para tratamento. Ela foi enviada de volta para este hospital após o tratamento lá. Como Sunita não tem rins , se ela não fizer diálise por um dia sequer, ela pode morrer”, disse o Dr. BS Jha, superintendente do hospital.

Na sequência de uma queixa apresentada pela família de Devi, a Polícia está atrás de Pawan Kumar, proprietário da Clínica Subhakant, onde o caso aconteceu, e do Dr. RK Singh, responsável pela cirurgia. Eles estão foragidos desde que o incidente veio à tona.

A polícia disse que a clínica não era registrada e a qualificação educacional do médico também parece ser falsa.

Devi é mãe de três filhos e seu marido é um trabalhador sem-terra que tem lutado para sobreviver.

Os médicos que tratam de Sunita no disseram que sua condição é muito crítica. “Ela está em diálise regular e sua condição ainda é crítica. Ela terá que passar por um transplante renal quando seu situação melhorar. Seus sinais vitais estão sendo monitorados de perto”, disse Om Kumar, chefe do Departamento de Nefrologia e Transplante Renal do SKMCH.

Devi foi convidada a se inscrever para um transplante de órgãos, que será feito somente quando os rins estiverem disponíveis lá.

Ela, porém, exigiu que a Polícia prendesse o médico acusado e que lhe entregassem os rins.

“Peço ao governo que prenda imediatamente o médico acusado de remover meus dois rins. Os rins dele devem ser dados a mim para transplante para que eu possa sobreviver”, disse ela.

Iti Devi, mãe de Sunita, parece não ter grandes expectativas de que o caso tenha uma resolução justa. “O governo não fará nada porque sabe que somos pobres e nossas exigências não são ouvidas”, afirmou ela.

buy metformin metformin online