fbpx

Mulher se dá mal ao colocar polvo no rosto para tirar uma foto

A espécie humana fez algumas coisas incrivelmente inteligentes. Nós fizemos grandes descobertas arqueológicas. Nós descobrimos planetas parecidos com a Terra que podem ter vida. E reconstruímos rostos de pessoas que viveram séculos atrás.

Mas os humanos também podem ser estúpidos. Especialmente quando se trata da maneira como tratamos a vida, a respiração e os animais.

E assim, como muitas organizações de notícias têm relatado, chegamos à história de uma entusiasta em pesca no estado de Washington, EUA, que encontrou um polvo e – sim, você sabe o que está por vir – colocou ele na cara dela.

A mulher estava em um local de pesca, onde viu que um pescador havia capturado um pequeno polvo, que poderia ser um jovem polvo gigante do Pacífico (Enteroctopus dofleini), ou um polvo vermelho do Pacífico (Octopus rubescens).

Ela aparentemente iria comê-lo para o jantar, mas antes disso, decidiu que era um ótimo momento para uma oportunidade fotográfica e – estamos dizendo isso de novo – colocou o polvo no rosto.

Polvos podem parecer macios, e são, mas esses animais têm uma arma secreta no meio de tantos tentáculos – um bico em forma de tesoura. O bico fica dentro de uma seção chamada massa bucal, que é a primeira parte de seu sistema digestivo simples, e é cercada por apêndices musculosos.

Feito de quitina dura (mesmo que o material em exoesqueletos de caranguejo, por exemplo), este bico de polvo realmente se parece muito com um papagaio, como você pode ver nesta foto do bico de uma lula gigante abaixo.

Bico de lula gigante extraído
(Smithsonian Institution/Wikimedia)

O bico e os músculos combinados podem dar uma boa mordida se o polvo precisar. Esses cefalópodes comem qualquer coisa, desde peixes a caranguejos, de modo que seus bicos podem lidar com alguns crocantes bem duros.

Temos certeza de que você pode ver para onde isso está indo. O polvo, provavelmente pouco feliz por estar no rosto de alguém, deu algumas mordidas dolorosas e injetou algum veneno no rosto da mulher, que supostamente sangrou por pelo menos 30 minutos.

Embora você possa saber apenas que o polvo de anéis azuis (Hapalochlaena) é venenoso, todos os polvos na verdade têm veneno, embora a maioria não seja letal para os seres humanos.

Não há muitos relatos de humanos sendo machucados por polvos – eles tendem a evitar humanos, e muitos ataques não foram verificados. Bem, exceto quando de fato os humanos fazem coisas estúpidas, como essa chinesa, que durante uma transmissão ao vivo, teve a brilhante ideia de comer um polvo vivo, e também se deu muito mal.

A mulher da história de hoje acabou no hospital alguns dias depois das mordidas, quando percebeu que não conseguia engolir adequadamente e seu rosto estava inchado. Depois de receber antibióticos, ela voltou ao normal, mas os médicos disseram que o inchaço pode ir e vir por meses.

Este é um momento tão bom quanto qualquer outro para lembrar as pessoas de deixarem todos os animais selvagens sozinhos onde são encontrados.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.