Mulher que congelou marido no freezer em Santa Catarina diz: “Vou ser presa, mas estou leve”

Uma mulher acusada de matar o marido e trancar seu corpo em um freezer foi presa. Claudia Tavares Hoeckler, de 40 anos, é acusada de ter assassinado o marido, Valdemir Hoeckler, que ela alegou ter abusado dela durante anos.

O corpo de 52 anos foi encontrado no freezer de sua casa em Lacerdópolis, Santa Catarina, depois que Claudia se entregou em uma delegacia de polícia em 21 de novembro.

De acordo com documentos, ela tentou fugir por uma semana antes de relatar o que aconteceu no início deste mês, em 13 de novembro.

Claudia chegou à delegacia com vários advogados. Ela disse à polícia que sofreu anos de abuso físico, sexual e mental de seu marido durante seus 23 anos juntos.

Os investigadores declararam o assassinato como um caso de homicídio e dizem que a vítima foi morta com um golpe na nuca.

O juiz responsável pelo caso disse: “A segregação temporária do réu, neste momento, também permitirá uma melhor elucidação dos fatos, pois evitará que o réu crie constrangimentos para a investigação do processo criminal, especialmente para esclarecer as razões e circunstâncias do crime e a possível participação de terceiros.”

Claudia foi colocada em prisão temporária, que pode durar até 30 dias, enquanto decorre a investigação.

O desaparecimento de seu marido foi notado por colegas e familiares em 14 de novembro, quando ele não apareceu para trabalhar, mas demorou mais 5 dias para que seu corpo fosse descoberto.

Claudia supostamente consentiu com a busca, mas depois desapareceu até que ela se entregou.

Em entrevista ao canal no YouTube do roteirista Roberto Ribeiro, ex-apresentador do Programa Investigação Criminal, ela confessou o crime, detalhando como matou o marido, bem como da vida do casal. Ela disse que vivia uma pressão psicológica constante.

“Ele não me deixava fazer nada, simplesmente eu não tinha vida própria. Eu não podia sair com as amigas. Eu ia ao salão fazer o cabelo e tinha que sair com o cabelo molhado, porque ele estava me enchendo o saco por estar demorando. Tinha que correr contra o tempo, a minha vida sempre foi sob pressão”afirmou Claudia.

Na entrevista, que dura mais de 1 hora, Claudia conta sobre outros episódios que passou com o marido, contando sobre agressões, bons momentos e se emociona. No fim, ela afirma estar tranquila: “Vou estar presa, mas estou leve. Tive que tomar essa decisão, porque vi que era ele ou eu. Ele não ia me deixar em paz nunca”.

Caso queira assistir, aqui está a entrevista completa:

buy metformin metformin online