Mulher desaparecida que foi declarada morta encontrada a 2.700 quilômetros de casa décadas depois

por Lucas Rabello
0 comentário 2,6K visualizações

Patricia Kopta, uma mulher que foi declarada desaparecida e presumida morta, foi encontrada viva mais de 30 anos após seu desaparecimento. Kopta, uma devota católica romana de North Hills, Pittsburgh, EUA, foi reportada como desaparecida por seu marido, Bob, em 27 de novembro de 1992. Seu último avistamento conhecido foi em 20 de junho de 1992. Conhecida por suas visões espirituais e avisos apocalípticos, Patricia era uma figura familiar em sua comunidade, muitas vezes pregando sobre uma iminente guerra nuclear.

Após seu desaparecimento, Bob relatou o caso à polícia. Ele mencionou que os desaparecimentos ocasionais de Patricia não eram incomuns. No entanto, desta vez, a situação era diferente, levando à sua classificação como pessoa desaparecida crítica e desencadeando uma busca urgente. Um cartaz emitido pelo Centro de Resposta a Emergências da Pensilvânia especulava que Patricia poderia ter viajado para Porto Rico logo após seu desaparecimento, embora essa teoria não tenha sido confirmada na época.

Mulher desaparecida que foi declarada morta encontrada a 2.700 quilômetros de casa décadas depois

Bob, que nunca se casou novamente, enfrentou imenso estresse e incerteza durante os anos em que Patricia esteve desaparecida. Ele temia que cada corpo não identificado encontrado pela polícia pudesse ser o dela. Em suas tentativas desesperadas de encontrá-la, ele consultou uma vidente e colocou anúncios em jornais porto-riquenhos, refletindo o gosto de Patricia pelo território antes do casamento. A irmã de Patricia, Gloria, apoiou esses esforços. Sete anos após seu desaparecimento, Patricia foi legalmente declarada morta.

Em 2023, o caso teve uma reviravolta inesperada. Patricia, agora com 83 anos, foi encontrada em um asilo em Porto Rico, aproximadamente 2.700 quilômetros de sua casa em Pittsburgh. Ela havia sido acolhida como uma “pessoa necessitada” em junho de 1999, depois de ser encontrada vagando perto do asilo. Inicialmente, Patricia era reticente sobre seu passado, mas conforme começou a se abrir, tornou-se evidente que ela estava sofrendo de demência.

Patricia foi encontrada em Porto Rico.

Um assistente social no asilo eventualmente identificou que Patricia era da Pensilvânia e contatou as autoridades competentes. Um teste de DNA confirmou sua identidade como Patricia Kopta. Bob, então com 86 anos, expressou uma mistura de alívio e tristeza ao saber da notícia em uma coletiva de imprensa. “É uma coisa triste, mas é um alívio para minha mente. Quando sua esposa desaparece, você é um suspeito,” declarou.

As circunstâncias que levaram ao desaparecimento de Patricia e sua subsequente vida em Porto Rico permanecem parcialmente especulativas. Acredita-se que sua saúde mental começou a deteriorar em 1984 e, após perder seu emprego, ela começou a vagar pelas ruas. Ela foi diagnosticada com delírios de grandeza, e os médicos suspeitaram que ela tinha esquizofrenia. O comportamento excêntrico de Patricia era bem conhecido, e teoriza-se que ela deixou seu marido e o país quando enfrentou a possibilidade de ser institucionalizada.

Bob, refletindo sobre os longos anos de incerteza, disse na coletiva de imprensa, “Depois de 30 anos, você tenta esquecer. Agora, eu posso esquecer. Sabemos o que aconteceu, e ela está sendo cuidada agora. Ela poderia ter voltado para casa a qualquer momento. Mas era isso que ela queria. Ela sempre dizia que queria ir para um clima quente.”

Gloria viajou imediatamente para Porto Rico para se reunir com sua irmã após a confirmação positiva do DNA. “Estamos muito gratos por saber que Patty está viva e bem,” disse ela à WMTW. “Ela está sendo bem cuidada. Realmente achávamos que ela estava morta todos esses anos. Foi um grande choque saber que ela ainda está viva.”

Relatórios da polícia indicam que Patricia disse aos locais que havia chegado em um navio de cruzeiro vindo da Europa há muitos anos. Os detalhes de sua vida na ilha permanecem em grande parte desconhecidos, adicionando ao enigma em torno de seu desaparecimento e redescoberta.

Inscreva-se no canal Mistérios do Mundo no YouTube

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados