Mulher afirma ser criança de 8 anos que desapareceu há 39 anos

por Lucas Rabello
0 comentário 1,2K visualizações

Uma mulher se apresentou alegando ser Cherrie Mahan, uma menina de oito anos que desapareceu há quase 40 anos. Cherrie Mahan desapareceu após ser deixada pelo ônibus escolar perto de sua casa na Pensilvânia, EUA, em 22 de fevereiro de 1985. Apesar de investigações extensas, seu paradeiro permanece desconhecido desde aquele dia. Investigadores suspeitaram que uma van Dodge de 1976, com um design de esquiador na lateral, poderia estar envolvida em seu desaparecimento, mas nenhuma evidência conclusiva foi encontrada.

Em 23 de maio, uma mulher postou no grupo do Facebook “Memories of Cherrie Mahan”, afirmando ser Cherrie. A Polícia Estadual da Pensilvânia está atualmente investigando a alegação. No entanto, Janice McKinney, mãe de Cherrie, expressou ceticismo sobre a afirmação da mulher.

Cherrie Mahan tinha oito anos quando desapareceu. (Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas)

Cherrie Mahan tinha oito anos quando desapareceu. (Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas)

“Esta é a quarta vez que alguém alega ser Cherrie,” disse Janice ao Butler Eagle. “Eu realmente acredito que ela pensou na mente dela que era Cherrie. Não parecia nada com a Cherrie.”

Janice criticou a mulher por fazer a alegação, afirmando: “Se você queria seus 15 minutos de fama, já os desperdiçou. As pessoas são más, são cruéis, mas isso me afeta de maneira muito louca. Vão se passar 40 anos desde que Cherrie desapareceu.”

A postagem foi removida do Facebook. Janice explicou que costuma ver um aumento em tais alegações por volta do aniversário do desaparecimento de Cherrie. “Por volta de fevereiro e agosto, eu me acostumei a esperar loucuras,” disse ela. No entanto, ela observou que essa alegação em particular teve um impacto diferente nela. “Isso me atingiu de forma diferente. Eu nem vi. Alguém me ligou e me contou sobre isso.”

Uma imagem envelhecida artificialmente que descreve a aparência de Cherrie hoje. (Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas)

Uma imagem envelhecida artificialmente que descreve a aparência de Cherrie hoje. (Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas)

Apesar da falta de pistas, Janice mantém um senso de esperança sobre o bem-estar de sua filha. “Sempre senti que ela estava bem. Se ela estivesse morta, estaria no céu com meus pais e meus irmãos. Se ela estivesse viva, alguém estava cuidando dela. Não sei por que sinto isso,” admitiu.

Janice continua a acreditar que ainda existe a possibilidade de encontrar um desfecho no caso de Cherrie. “Gostaria que nós [investigadores do caso de Cherrie] pudéssemos todos nos reunir e sentar e conversar. Tem algo que alguém perdeu em algum lugar, e alguém sabe,” disse ela. Apesar dos muitos anos que se passaram desde o desaparecimento de Cherrie, a busca por respostas continua.

Inscreva-se no canal Mistérios do Mundo no YouTube

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados