fbpx

Mais de 28.000 espécies estão agora oficialmente ameaçadas, mas é apenas o começo

Mais de 28.000 espécies em todo o mundo estão ameaçadas, de acordo com a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas, compilada pela União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN). A lista, atualizada essa semana, avaliou o risco de extinção de quase 106 mil espécies e descobriu que mais de um quarto está com problemas.

Embora estimativas recentes apontem para 1 milhão de espécies que enfrentam a extinção, elas foram baseadas em aproximações, enquanto a IUCN usa critérios rigorosos para avaliar cada espécie, criando o guia padrão mundial para o risco de extinção da biodiversidade.

Nesta atualização, 105.732 espécies foram classificadas de menos preocupantes (pouco ou nenhum risco de extinção) para criticamente ameaçadas (um risco extremamente alto de extinção) e extintas (o último indivíduo de uma espécie morreu).

Esta atualização da Lista Vermelha não traz muitas boas notícias. Leva o número total de espécies ameaçadas para 28.338 (ou 27% dos avaliados) e registra a extinção de 873 espécies desde o ano de 1500.

Esses números parecem pequenos quando se pensa em cerca de 1 milhão de espécies em risco de extinção, mas apenas cerca de 1% dos animais, fungos e plantas do mundo foram formalmente avaliados na Lista Vermelha da IUCN. Quanto mais espécies são avaliadas, o número de espécies ameaçadas, sem dúvida, crescerá.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.