Jovem cortado ao meio por empilhadeira compartilha detalhes do acidente que causou a amputação

por Lucas Rabello
0 comentário 2,6K visualizações

Em um local de trabalho remoto em Montana, EUA, em setembro de 2019, Loren Schauers, então com 18 anos, sofreu um terrível acidente enquanto operava uma empilhadeira, resultando na perda da metade inferior de seu corpo. O relato de Loren sobre o incidente esclarece a série de eventos que mudaram sua vida de forma irreversível.

O acidente aconteceu quando Loren tentou manobrar a empilhadeira para reposicionar uma barreira de água, deslocada por um veículo que passava. Enquanto ele navegava com a empilhadeira, outro veículo acelerou pela ponte, forçando Loren a desviar para um terreno instável. “Os trabalhadores da terra tinham acabado de chegar naquele dia e espalharam o solo, então ele não estava completamente compactado”, explicou Loren. A empilhadeira, incapaz de manter o equilíbrio no solo solto, começou a tombar.

Em uma tentativa desesperada de escapar, Loren desafivelou seu cinto de segurança, uma ação que levou a mais ferimentos. “Então, eu me joguei para fora, quebrando duas das minhas costelas no assoalho da empilhadeira”, disse ele. A empilhadeira continuou a rolar, finalmente prendendo Loren embaixo dela, esmagando os ossos de seu quadril para baixo. Notavelmente, ele permaneceu consciente durante toda a provação, apesar da gravidade de seus ferimentos.

Preso sob a empilhadeira, Loren esperou ajuda em choque, sem sentir dor. Seus colegas de trabalho correram em seu socorro, enfrentando o desafio de levantar a pesada máquina dele. A falta de sinal móvel na localização remota aumentou a urgência, necessitando uma viagem até a cidade mais próxima para assistência médica. Loren foi eventualmente transportado de helicóptero para um hospital para cuidados de emergência.

Jovem cortado ao meio por empilhadeira compartilha detalhes do acidente que causou a amputação

O caos da sala de emergência foi avassalador, com a equipe médica lutando para tratar os extensos ferimentos de Loren. “Eu levantei minha cabeça e olhei para cima e vi minhas pernas parecendo com a perna de Derrick Rose multiplicada por dez”, Loren relembrou, descrevendo a gravidade de sua condição. Apesar da situação traumática, Loren não sentiu dor, um detalhe que ele atribui ao estado de choque.

Clique aqui ver a foto (abre em outra guia)

Nos dias seguintes ao acidente, a resiliência de Loren foi posta à prova. Diante da gravidade de seus ferimentos, ele optou pela cirurgia de hemicorporectomia, uma decisão que envolveu a amputação de tudo abaixo de sua cintura. Sua parceira, Sabia, ficou ao seu lado, preparada para o pior, mas esperançosa pela recuperação de Loren. Ela lembra vividamente da determinação de Loren: “Ele os encarou e disse que não importa se ele fosse apenas uma cabeça em um prato, eles fariam a cirurgia e o manteriam vivo.”

A história de Loren não terminou com a cirurgia; marcou o início de um novo capítulo. Junto com Sabia, agora sua esposa, Loren navega sua nova realidade com coragem e abertura. O casal compartilha sua jornada através das redes sociais, oferecendo insights sobre a adaptação de Loren à vida após o acidente e o apoio inabalável que proporcionam um ao outro. Por meio de suas experiências compartilhadas, eles iluminam os desafios e vitórias que acompanham mudanças significativas na vida, demonstrando o espírito humano duradouro diante da adversidade.

Deixar um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Mistérios do Mundo 2024 © Todos os direitos reservados