Ilha paquistanesa simplesmente desapareceu

Créditos: Newscom

Uma ilha de lama que surgiu nas águas da costa do Paquistão durante um terremoto em 2013 desapareceu sob as ondas.

A ilha de 6 anos foi o produto de um “vulcão de lama”. A lama enterrada, sujeita às pressões intensas da placa tectônica da Arábia, moendo contra a placa Eurasiana, se liquidificou e foi lançada em direção à superfície. Ela se moveu tão rápido que carregou rochas, que acabaram na superfície da ilha recém-formada.

A ilha tinha 20 metros de altura, 90 de largura e 40 de comprimento. A ilha foi nomeada Zalzala Koh (que significa “Montanha do terremoto” em Urdu), de acordo com a NASA. Agora, as imagens de satélite mostram que ela desapareceu.

“Ilhas produzidas por vulcões de lama nesta região têm uma história de ir e vir”, disseram autoridades da NASA em um comunicado.

O terremoto de magnitude 7,7 que produziu a ilha foi cataclísmico, matando mais de 320 pessoas e deslocando milhares.

Imagens de satélite da NASA mostram como a ilha emergiu e depois desapareceu. Créditos: NASA
Imagens de satélite da NASA mostram como a ilha emergiu e depois desapareceu. Créditos: NASA

As imagens da Nasa nos últimos anos mostraram rastros de material erodido na água ao redor da ilha, à medida que ela se reduziu lentamente ao longo do tempo, até que a foto de 27 de abril mostrou que a ilha desapareceu completamente.

Ainda assim, parte do material da ilha ainda flutua na água onde antes ficava, sugerindo que parte dela ainda se projeta abaixo da superfície. E as mesmas fissuras que a criaram podem produzir mais ilhas vulcânicas de lama no futuro, segundo a NASA.

Inscreva-se no nosso canal do YouTube

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.